fake news

É falsa a imagem que circula na internet com supostas datas de reabertura da economia em Pernambuco

O plano gradual para a retomada da economia será anunciado pelo governo de Pernambuco na próxima segunda-feira (1º)

Alice Albuquerque
Alice Albuquerque
Publicado em 29/05/2020 às 14:18
Notícia
AFP/Miguel Schincariol
O Projeto Comprova já havia vencido prêmio por combate à desinformação na pandemia - FOTO: AFP/Miguel Schincariol
Leitura:

Está circulando uma imagem falsa na internet que mostra um possível plano de retomada dos comércios e serviços essenciais em Pernambuco a partir do dia 1º de junho. Procurado pela reportagem do JC, o Palácio do Campo das Princesas confirmou que a imagem é falsa. 

» Pernambuco anuncia plano gradual para reabertura econômica

O governo de Pernambuco anunciou na última quinta-feira (28) que o Estado vai ter um plano gradual para a reabertura gradativa da economia, mas os detalhes só devem ser divulgados na próxima segunda-feira (1º).

De acordo com o governo, um estudo foi conduzido pelas Secretarias de Desenvolvimento Econômico, Planejamento e Gestão da Fazenda, do Trabalho e Qualificação e de Desenvolvimento Urbano ao longo dos últimos dois meses, para que possa ser estabelecido um parâmetro para um plano de convivência.

O estudo prevê um prazo de 11 semanas para que os setores produtivos estejam em pleno funcionamento, e a reabertura deve respeitar orientações sanitárias

Não foi detalhado pelo Estado quais atividades serão retomadas inicialmente e nem as regras que os estabelecimentos deverão cumprir. As respostas serão dadas no fim de semana, com base nos dados da área de vigilância da saúde no período de lockdown.

REPRODUÇÃO
Carimbo de fake news na imagem que está circulando na internet - REPRODUÇÃO

NOTA OFICIAL


O Governo de Pernambuco esclarece que não liberou o comércio ou qualquer outra atividade em municípios do interior ou da Região Metropolitana do Recife.


O governo ressalta que tem um plano de retomada da economia, mas os detalhes só serão apresentados na próxima segunda-feira.

Comentários

Últimas notícias