ALERTA

Ipem-PE oferece dicas de segurança para compras no Dia das Crianças

Objetivo é evitar que as crianças se acidentem com brinquedos que podem ser perigosos para os pequenos.

JC
JC
Publicado em 07/10/2020 às 15:00
Divulgação/Ipem
A presença do Selo de Identificação da Conformidade do Inmetro deve ser observada - FOTO: Divulgação/Ipem
Leitura:

Com a chegada do Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro, o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE) elaborou uma lista com dicas para os pais e responsáveis que irão comprar presentes para os pequenos, como brinquedos, item com grande procura nesta época do ano.

O objetivo é evitar que as crianças se acidentem com brinquedos que podem ser perigosos para os pequenos. Segundo registros do Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidentes de Consumo (Sinmac), 23,8% dos acidentes de consumo afetam crianças de até 14 anos e os artigos da linha infantil são responsáveis por 19% dos relatos recebidos em 2019.


Desde 1992, os brinquedos produzidos no Brasil precisam ser certificados. O selo, que contém a marca do Inmetro e a do organismo acreditado responsável pelo processo de certificação, é a evidência de que o produto foi submetido a ensaios e aprovado em avaliações de impacto e queda (pontas cortantes e agudas); mordida (partes pequenas que podem ser levadas à boca); química (metais nocivos à saúde); inflamabilidade (risco de combustão em contato com o fogo); e ruído (níveis acima dos limites estabelecidos pela legislação).

Confira as principais recomendações do Ipem-PE:

- Não compre artigos infantis em comércio informal, sem garantia de procedência. Produtos falsificados ou fabricados em indústrias clandestinas podem não atender às condições mínimas de segurança, especialmente em relação à toxicidade do material usado na fabricação. 

- Compre somente brinquedos nacionais e importados que contenham o selo com a marca do Inmetro. O selo deve estar sempre visível, impresso na embalagem, gravado ou numa etiqueta afixada no produto, e deve conter a marca do Inmetro e o logotipo do organismo acreditado pelo Inmetro que o certificou.

- Selecione o brinquedo considerando a idade, o interesse e o nível de habilidade da criança. A faixa etária a que ele se destina deve constar na embalagem, assim como informações sobre o conteúdo, instruções de uso, de montagem e eventuais riscos associados à criança, além do CNPJ e do endereço do fabricante. As informações obrigatórias na embalagem demonstram a responsabilidade do fabricante ou importador.

- Se você tem filhos em idades diferentes, redobre a atenção para que os menores, em especial aqueles até 3 anos, não tenham acesso aos brinquedos dos mais velhos. Alguns produtos podem conter partes cortantes ou muito pequenas, que podem se desprender e ser ingeridas ou mesmo inaladas, causando sufocamento.

- Retire a embalagem do brinquedo e sacos plásticos que podem acompanhar o produto antes de entregá-lo à criança, a fim de prevenir acidentes com grampos e similares, e até mesmo o risco de sufocamento.

- Leia com atenção as instruções de uso presentes na embalagem ou em seu interior e procure repassar estas instruções para a criança. Procure, ainda, supervisionar o uso do brinquedo pelas crianças.

- Se o brinquedo estiver sem o selo do Inmetro, entre em contato com a Ouvidoria do Instituto por meio do telefone 0800 081 1526 ou através do site www.ipem.pe.gov.br.

Comentários

Últimas notícias