CAMPANHA

Vacinação contra gripe tem início em Camaragibe

Neste ano, diferente dos anteriores, as grávidas, puérperas e crianças com idades de seis meses a cinco anos, 11 meses e 29 dias estão sendo imunizados primeiro

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 14/04/2021 às 16:35
Notícia
DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE CAMARAGIBE
É necessário realizar agendamento - FOTO: DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE CAMARAGIBE
Leitura:

Teve início nesta semana a campanha de vacinação contra a Influenza no município de Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR). Neste ano, diferente dos anteriores, as grávidas, puérperas e crianças com idades de seis meses a cinco anos, 11 meses e 29 dias estão sendo imunizados primeiro. Essa primeira etapa segue até 10 de maio. A mudança dos grupos prioritários, segundo a prefeitura, foi para não entrar em conflito com o cronograma de vacinação contra a covid-19. 

>> Vacina contra gripe: veja datas e ordem dos grupos prioritários para imunização em Pernambuco

>> Pernambuco começa vacinação contra a gripe; saiba quem pode se imunizar

>> Vacina contra gripe: Pernambuco recebe 338.400 doses para iniciar campanha nesta segunda-feira

Para receber a vacina é necessário agendar. O munícipe deve procurar o posto de saúde mais próximo da sua residência ou os agentes de saúde da sua localidade para marcar o dia e horário. Quem não tiver condições de se deslocar até o posto, o cidadão deve procurar os agentes de saúde para que a equipe de vacinação vá até a casa para realizar a imunização.

Imunização em Pernambuco

com informações da repórter Julianna Valença

Pernambuco iniciou a campanha de vacinação contra a Influenza na segunda-feira (12) até 9 de julho. O Estado recebeu cerca de 338.400 mil doses para aplicação. Neste primeiro momento, serão vacinadas crianças de seis meses a menores de seis anos, puérperas, gestantes e crianças indígenas aldeadas de seis meses a nove anos.

Trabalhadores de saúde serão incluídos na vacinação a medida que mais doses chegarem ao estado. Por causa da imunização contra o novo coronavírus, os idosos não serão prioridade no momento. “A vacina da influenza não pode ser feita no mesmo momento que a da covid-19, como nós temos uma maior circulação do vírus da covid no estado, precisamos vacinar primeiro os idosos contra esse vírus para depois vacinar contra a influenza”, declarou Ana Catarina Melo, superintendente de imunização da secretaria estadual de saúde.

As pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19 precisam esperar o intervalo mínimo de 14 dias para poder receber o imunizante da influenza. Caso o cidadão esteja sentindo sintomas de gripe nesse intervalo, é preciso fazer um exame para confirmar se de fato é covid ou apenas reação à vacina.

A única contraindicação para tomar a influenza é já ter tido uma reação alérgica perigosa a outras doses do imunizante, fora isso, todos estão aptos a tomá-lo. “A influenza é uma vacina que é feita para grupos prioritários, o grande objetivo é evitar os óbitos e casos graves. Nesses dois últimos anos as coberturas vacinais vem caindo, então é muito importante aproveitar o momento, já que vai fazer a vacina da influenza também atualizar a caderneta de vacinação”, reforçou Ana Catarina.

Não é necessário agendamento prévio para tomar o imunizante. Segundo a superintendente, as doses estão disponíveis em todas as unidades básicas de saúde.

 

Comentários

Últimas notícias