Tragédia

Corpo de mulher é retirado de escombros de barreira em Jaboatão; filho de 16 também morreu

Quatro pessoas da mesma família foram soterradas após deslizamento de barreira

Ana Maria Miranda
Ana Maria Miranda
Publicado em 14/05/2021 às 10:34
Notícia
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Corpo de Bombeiros dá continuidade nas buscas nesta sexta-feira (14) - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

Após intensas buscas, desde a noite da quinta-feira (13), as equipes de resgate encontraram na manhã desta sexta-feira (14) o corpo de Sílvia Regina da Silva, 36 anos, no local do deslizamento de uma barreira no bairro de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

Após deslizamento de barreira com morte, Prefeitura de Jaboatão afirma que avaliará situação "de forma minuciosa"

Após horas de chuvas quase ininterruptas, veja as localidades que tiveram o maior acumulado de água em Pernambuco

A barreira cedeu após as fortes chuvas que atingiram a região metropolitana nessa quinta (13). Quatro pessoas da mesma família ficaram soterradas. Ontem, o corpo do filho de Sílvia Regina, Otávio Pessoa de Siqueira, 16, já havia sido localizado e retirado dos escombros por volta das 20h30. 

Agora, os bombeiros trabalham para tentar encontrar o marido de Sílvia e pai de Otávio, Osvaldo Pessoa de Siqueira, 39, e Isabeli Pessoa de Siqueira, 11 anos, a outra filha do casal.

ACERVO PESSOAL
Família que ficou soterrada após queda de barreira - ACERVO PESSOAL

Morte, deslizamentos de barreiras, interdição de vias: o balanço das chuvas nas últimas horas no Grande Recife

"As nossas equipes estão trabalhando agora em pontos sinalizados por nossos cães de resgate. É um trabalho minucioso, cuidadoso, porque a medida que achamos algo que pode ser a vítima precisamos parar e verificar cuidadosamente para que não aconteça nenhuma ação mais agressiva, no sentido de preservar as vítimas e tirá-las com segurança", explicou o tenente-coronel Anderson Barros, responsável pelas buscas.

Apesar da chuva forte ter cessado na localidade, a área ainda é de risco e as equipes precisam observar constantemente a situação para que não sejam atingidos por um novo deslizamento. "Encontramos aqui uma situação de grande risco de novos deslizamentos, então temos que trabalhar e observar para que, caso seja preciso, nós possamos sair rapidamente e em segurança", completou Anderson Barros.

Durante a tarde, as equipes contaram com o apoio de uma retroescavadeira para retirar o concreto e o barro encharcado das chuvas. Cães farejadores e moradores também auxiliam os bombeiros. 

As buscas no local ainda eram realizadas por volta das 17h43 desta sexta. 

Prefeitura lamenta "fatalidade"

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, emitiu uma nota lamentando o deslizamento de terra. Na noite de quinta-feira (13), a chuva abriu uma fenda de aproximadamente 100 metros na barreira, o que provocou o deslizamento.

"A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes lamenta a fatalidade ocorrida na noite desta quinta-feira e se solidariza com a família nesse momento de perda", diz o texto.

A gestão municipal informou ainda que presta apoio aos familiares, e que eles serão acompanhados pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania. Equipes da Defesa Civil do município estiveram no local do incidente para prestar auxílio social e avaliar o cenário após as fortes chuvas.

Segundo a prefeitura, cinco imóveis em situação de risco foram interditados na área, e os moradores foram deslocados para a casa de familiares. Eles também serão acompanhados pelas equipes de assistência social.

A gestão municipal disse ter investido no bairro de Cavaleiro, mais de R$ 13 milhões em obras estruturadoras nas encostas, com a construção de 103 muros e instalação de mais de 20 mil metros quadrados de telas de proteção. Um muro de contenção deverá ser construído no local para evitar novos deslizamentos.

ACERVO PESSOAL
Família que ficou soterrada após queda de barreira - FOTO:ACERVO PESSOAL

Comentários

Últimas notícias