TRANSTORNOS

Deslizamento de barreiras, cratera em estrada, alagamentos. Veja balanço das chuvas no Grande Recife

Só nas últimas 24 horas, houve cidades do Grande Recife que registraram mais de 156 milímetros de acúmulo de água; a previsão é de continuidade das chuvas

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 10/08/2021 às 11:18
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

As chuvas registradas no Grande Recife nas últimas horas têm provocado diversos transtornos nesta terça-feira (10). Até a publicação desta matéria, de acordo com a Secretaria Executiva de Defesa Civil do Estado, sete deslizamentos de barreiras e vários pontos de alagamentos foram registrados nos municípios do Recife, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca e Jaboatão. Além disso, uma cratera se abriu na PE-028, em Gaibu.  

LEIA MAIS

Com índices que chegam aos 156 milímetros, saiba onde mais choveu no Grande Recife nas últimas 24 horas

Chuvas fortes: João Campos determina suporte às famílias vítimas de deslizamento de barreira no Recife

Chuva faz preço do Uber e 99 disparar. Entenda os motivos

Deslizamento de barreira deixa pessoas feridas e vítima presa em escombros no Recife

Dentre os deslizamentos, o mais sério ocorreu no Brejo da Guabiraba, Zona Norte do Recife, por volta das 3h. O deslizamento atingiu seis casas e três pessoas da mesma família precisaram ser socorridas. Um adolescente de 16 anos teve que ser resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros. Apesar da gravidade do incidente, os moradores resgatados receberam os primeiros socorros e tiveram apenas ferimentos leves. 

A capital pernambucana também registrou seis ocorrências com árvores, de acordo com a Emlurb. Deste total, quatro já foram concluídas e as demais estão com equipes trabalhando nos locais. Além disso, o órgão trabalha nesta terça na desobstrução de pontos de acúmulo de água com caminhões equipados com jato de sucção em diversas vias da cidade.

As intervenções ocorrem nos seguintes locais: Rua Carlos Gomes (Prado); Rua Tijucas (Torrões); Avenida Caxangá; Rua Marcílio Dias (Campina do Barreto); Avenida Beberibe; Rua Jerônimo Gueiros (Campo Grande); Avenida Dantas Barreto; Avenida Sul; Avenida Cruz Cabugá; Avenida Agamenon Magalhães; Avenida Visconde de Jequitinhonha; Avenida Conselheiro Aguiar; Rua Guilherme Pontes Sobrinho (Boa Viagem); Avenida Recife , entre outros. 

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
DESASTRE Seis casas foram atingidas, e a história se repetiu no Grande Recife. São várias áreas de risco e pessoas convivendo com o medo - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Deslizamento de barreira em Brejo da Guabiraba. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

Já no Cabo de Santo Agostinho, a rodovia PE-028, próximo à escola modelo de Enseada dos Corais, em Gaibu, teve parte do pavimento cedido. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) trabalha no local para restabelecer a segurança da rodovia e orienta os motoristas a utilizarem rota alternativa para ter acesso às praias de Gaibu e Suape.

De acordo com o órgão, os que seguem pelo Rodovia PE-028, sentido praia, devem dobrar à esquerda no semáfora, sentido Enseada dos Corais, quando chegarem no km 7,5. Depois disso, devem seguir pela Av. Dois por 300 metros, dobrar à direita na Av. Cinco e seguir por 500 metros até dobrar novamente à direita na Av. Costa Dourada, seguindo por mais 200 metros e retornando à Rodovia PE-028. Dessa forma, conseguirão evitar o local danificado.

Além disso, o município teve quatro quedas de árvores, duas quedas de muros e quatro deslizamentos de barreira. 

LEIA MAIS

Casas atingidas por deslizamento de barreira no Recife deverão ser demolidas, diz Defesa Civil

Após chuvas, piso cede e cratera se forma na PE-28, no Cabo de Santo Agostinho

Veja imagens dos transtornos causados pela chuva que atinge o Grande Recife nesta terça

Em Jaboatão dos Guararapes, por sua vez, foram 21 ocorrências registradas nas últimas 24 horas, entre deslizamento, queda de árvores e árvores apresentando risco de queda. Apesar disso, não há registros de desabrigados e as três famílias afetadas por deslizamentos, que tiveram suas casas parcialmente destruídas, foram removidas para casas de parentes. Elas serão acompanhadas pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania, de acordo com a prefeitura. 

Já em Olinda, apesar de nenhuma ocorrência grave, desde a segunda-feira foram registradas oito colocações de lona, 4 reposições de lona, 3 erradicações arbóreas e uma vistoria.

Acumulados de chuva

Os transtornos ocorrem após um dia, na segunda-feira (9), e uma madrugada, nesta terça (10), de muita chuva na RMR. Em Enseada dos Corais, localizada em Cabo de Santo Agostinho, por exemplo, foram registrados 156,33 milímetros de precipitação entre às 6h da segunda e às 6h da terça. Os dados são da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). 

Em Jaboatão dos Guararapes, o índice de precipitação também foi bastante elevado. Foram 125,62 mm no bairro de Piedade e 117,35 mm em Barra de Jangada, neste mesmo período. Já no Recife, o bairro com maior quantidade de chuva registrada foi Campina do Barreto, com 103,58 mm. 

A previsão é de que a chuva continue na região até a quarta-feira (11), pelo menos. Na segunda, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta laranja para Pernambuco, Alagoas e Sergipe. Segundo o Inmet, chuvas entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia são esperadas. 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por APAC (@apac_oficial)

Segundo a Apac, "um canal de umidade favorece a ocorrência de chuvas moderadas no setor leste do Estado de Pernambuco".

As equipes da Defesa Civil do Estado permanecem em alerta 24h e podem ser acionadas por meio da Central de Operações pelos telefones 199 e 3181-2490. O Corpo de Bombeiros pode ser acionado pela população em caso de emergência, pelo telefone 193.

Zona da Mata

Além dos municípios do Grande Recife, algumas cidades localizadas na Zona da Mata Sul de Pernambuco também foram afetadas pela grande quantidade de chuva nas últimas horas. Na Rodovia PE-045, que liga Escada à Vitória, um grande volume de acumulação de resíduos foi registrado na pista, dificultando a passagem dos veículos. A orientação é que os motoristas que passarem pelo local redobrem a atenção. 

Comentários

Últimas notícias