COVID-19

Com variante delta confirmada, Governo de Pernambuco faz nova coletiva de imprensa nesta quarta-feira (18) sobre a covid-19; assista

A entrevista conta com a presença do secretário estadual de Saúde, André Longo, e será transmitida no canal do YouTube do governo

Julianna Valença
Julianna Valença
Publicado em 18/08/2021 às 10:26
HEUDES RÉGIS/SEI
Governo costuma realizar nas quintas-feiras as coletivas para a atualização da situação da covid-19 e anúncios de novas medidas - FOTO: HEUDES RÉGIS/SEI
Leitura:

O Governo de Pernambuco realiza, nesta quarta-feira (18), a partir das 11h, uma nova coletiva de imprensa a respeito do enfrentamento à covid-19 no Estado, uma semana após ter confirmado os primeiros casos da variante delta do novo coronavírus, considerada mais transmissível que a original. Além disso, a gestão também fará o lançamento de um programa de testagem em massa de pernambucanos para a detecção do vírus. A entrevista conta com a presença do secretário estadual de Saúde, André Longo, e será transmitida no canal do Youtube do governo.

Na coletiva da última quinta-feira (12), Longo anunciou os dois primeiros casos da variante delta em pernambucanos. O resultado veio de mais uma rodada de sequenciamento genético de amostras de pacientes positivos para a covid-19, e foi feita pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM), unidade da Fiocruz em Pernambuco. Das 52 amostras, duas apresentaram a variante delta, detectada inicialmente na Índia.

Anteriormente, entre julho e a primeira semana deste mês, o IAM já havia identificado cinco casos da variante delta - todos em tripulantes filipinos que precisaram atracar no Estado para atendimento médico. Já os novos casos são de pessoas moradoras no Grande Recife: um homem que reside em Olinda, de 49 anos, e outro em Abreu e Lima, de 24 anos. Eles apresentaram os primeiros sintomas da infecção pelo coronavírus em 15 de julho. Eles foram notificados no sistema e-SUS, voltado para os casos leves da doença, e já se recuperaram, sem necessidade de hospitalização.

TestaPE

O programa TestaPE promete realizar testes para a detecção da covid-19 na população pernambucana. A expectativa da gestão é de que dentro de seis meses, ao menos 10% dos moradores de todo o Estado sejam testados. Para isso, serão investidos no programa R$ 10 milhões, para a compra de 1,4 milhão de testes de antígeno.

>> Covid-19: saiba como vai funcionar o programa de testagem da população em Pernambuco. Veja quais espaços e grupos serão priorizados

Na etapa inicial, o plano de testagem prevê que 1,5% da população do Estado seja testada até o final do mês de setembro. O primeiro lote, com 200 mil testes, começará a ser distribuído ainda esta semana.

Comentários

Últimas notícias