Vacina

Covid-19: Pernambuco libera vacinação em adolescentes de 12 a 17 anos em grupos prioritários

Serão vacinados adolescentes com deficiência permanente, com comorbidades ou privados de liberdade, assim como gestantes e puérperas (no puerpério remoto – até um ano)

Adige Silva
Adige Silva
Publicado em 17/08/2021 às 20:30
Notícia
WALTERSON ROSA/MS
No total, Pernambuco já aplicou 6.976.788 doses contra a covid-19 - FOTO: WALTERSON ROSA/MS
Leitura:

Pernambuco anunciou, nesta terça-feira (17), que dará início à vacinação contra a covid-19 dos adolescentes com deficiência permanente, com comorbidades ou privados de liberdade, assim como gestantes e puérperas (no puerpério remoto – até um ano), todos na faixa 12 aos 17 anos. As primeiras doses para esse público estão inclusas no lote de imunizantes da Pfizer/BioNtech, que chegou ao Estado na segunda-feira (16).

De acordo com o governo estadual, a decisão foi pactuada pela câmara técnica da Comissão Intergestora Bipartite, sendo publicada nesta terça-feira (17), e segue o que foi determinado pela Lei Federal 14.190 de 29 de julho de 2021, que incluiu essa população como grupo prioritário no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.  O informe deve ser publicado na edição desta quarta-feira (18) do Diário Oficial do Estado (DOE).

"Agora damos mais um passo na ampliação da imunização da nossa população contra o novo coronavírus, sempre embasados nas evidências científicas. É importante destacar que o avanço para os demais adolescentes acontecerá de maneira gradativa, de acordo com as próximas pautas do Ministério da Saúde. Neste primeiro momento, devem ser vacinados apenas os adolescentes de 12 a 17 anos que estão inclusos na Lei Federal", disse o secretário estadual de Saúde, André Longo.

A superintendente de Imunizações do Estado, Ana Catarina de Melo, ressalta que os municípios pernambucanos devem organizar a vacinação por meio de cadastramento prévio desse público. "Com estas novas recomendações, os municípios devem organizar a vacinação por meio de cadastramento prévio desse público. Os gestores também devem estar atentos às pautas divulgadas pelo Ministério da Saúde, definindo suas estratégias de acordo com o cronograma", destacou a gestora.

Município de Itacuruba já tinha iniciado vacinação para esse grupo

Apesar do Governo do Estado só ter anunciado nesta terça (17), o município de Itacuruba, no Sertão de Pernambuco, já tinha iniciado a imunização deste novo grupo desde o início do mês.

Isso ocorreu porque a cidade, que tem uma população estimada em 4.966 pessoas, recebeu um quantitativo a mais de doses para vacinar indígenas e quilombolas. No entanto, essas pessoas acabaram sendo imunizadas como público geral anteriormente. Com isso, o município foi autorizado a vacinar esse novo grupo pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Na tarde desta terça (17), a Secretaria de Saúde de Olinda abriu agendamento de vacinação contra covid-19 destinada às pessoas de 12 a 17 anos com comorbidades ou privados de liberdade, grávidas e puérperas. O cadastro deve ser feito pelo site da prefeitura. A cidade, que também já imuniza cidadãos a partir de 18 anos, foi a primeira do Grande Recife, a anunciar a vacinação em adolescentes.

Ao local da vacinação, os adolescentes residentes em Olinda devem levar comprovante de residência, original e cópia de certidão de nascimento ou RG (ou Carteira de Livre Acesso, em caso de PCD) e do laudo médico.

Se o jovem não tiver CPF e cartão do SUS, é necessário fazer o cadastro em nome do responsável e depois colocar os dados do adolescente na opção de agendamento. Vale lembrar que o adolescente só será vacinado com a presença do responsável.

O município de Itapissuma, também no Grande Recife, anunciou vacinação para o grupo nesta terça. A imunização na Cidade tem início já nesta quarta (18) e não é necessário fazer agendamento. Para se vacinar, pessoas que fazem parte do grupo devem procurar o postos de saúde mais próximo de sua residência.

Balanço da vacinação

Pernambuco já aplicou 6.976.788 doses de vacinas. Desse total, 2.075.304 pernambucanos completaram seus esquemas vacinais, sendo 1.904.392 pessoas que foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outros 170.912 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única.

Em relação às primeiras doses, foram 4.901.484 aplicações.

Número de casos e óbitos

Nesta terça-feira (17), Pernambuco registrou 584 casos confirmados de covid-19. Deste quantitativo, 24 são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 560 são leves. Também foram confirmados novos 15 óbitos, ocorridos entre os dias 15/10/2020 e 16/08/2021. Com a atualização, o Estado agora contabiliza 601.076 casos confirmados da doença e 19.188 mortes.


Comentários

Últimas notícias