ESTIAGEM

Pernambuco decreta situação de emergência em 61 municípios por causa da seca no Agreste

Governo do Estado reconheceu que os moradores das localidades afetadas ''não têm condições satisfatórias de superar os danos e prejuízos'' causados pela seca

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 15/09/2021 às 7:08
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
A situação de emergência foi assinada pelo governador Paulo Câmara - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O Governo de Pernambuco reconheceu a situação de emergência para 61 municípios do Agreste do Estado devido à seca. O decreto, que é necessário para que as localidades recebam recursos e auxílio, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta quarta-feira (15) e vale por 180 dias. Assim, a situação de emergência durará até o mês de março de 2022.

Há 11 dias, no sábado (4), o governo já havia decretado a situação de emergência em 55 cidades do Sertão Pernambucano. Em ambas situações, as decisões levaram em consideração a previsão da redução das precipitações pluviométricas e a queda das reservas hídricas de superfície nas regiões, bem como os impactos ocasionados, decorrentes das perdas na agropecuária. Os documentos assinados pelo governador Paulo Câmara (PSB) apontaram, também, que os moradores das localidades afetadas "não têm condições satisfatórias de superar os danos e prejuízos, haja vista a situação socioeconômica desfavorável da região".

Conforme a publicação, "compete ao Estado a preservação do bem estar da população e das atividades socioeconômicas das regiões atingidas por eventos adversos, bem como a adoção imediata de medidas para enfrentar situações emergenciais". Desta forma, os órgãos estaduais localizados nas áreas atingidas devem adotar as medidas necessárias em conjunto com órgãos municipais.

O indicador aponta também que, em junho de 2021, Pernambuco teve um aumento na área que atravessa um período de seca fraca e moderada, devido à combinação de chuvas abaixo da normalidade e temperaturas acima da média no último trimestre. Entre as regiões mais afetadas do Estado está aquela onde ficam as cidades contempladas com a situação de emergência.

Municípios em situação de emergência

  1. Agrestina
  2. Águas Belas
  3. Alagoinha
  4. Altinho
  5. Angelim
  6. Belo Jardim
  7. Bezerros
  8. Bom Conselho
  9. Bom Jardim
  10. Brejão
  11. Buíque
  12. Brejo da Madre de Deus
  13. Cachoeirinha
  14. Caetés
  15. Calçado
  16. Canhotinho
  17. Capoeiras
  18. Caruaru
  19. Casinhas
  20. Cumaru
  21. Cupira
  22. Feira Nova
  23. Frei Miguelinho
  24. Gravatá
  25. Iati
  26. Itaíba
  27. Jataúba
  28. João Alfredo
  29. Jucati
  30. Jupi
  31. Jurema
  32. Lajedo
  33. Limoeiro
  34. Orobó
  35. Panelas
  36. Paranatama
  37. Passira
  38. Pedra
  39. Pesqueira
  40. Poção
  41. Riacho das Almas
  42. Sairé
  43. Salgadinho
  44. Saloá
  45. Sanharó
  46. Santa Cruz do Capibaribe
  47. Santa Maria do Cambucá
  48. São Bento do Una
  49. São Caetano
  50. São João
  51. São Joaquim do Monte
  52. São Vicente Férrer
  53. Surubim
  54. Tacaimbó
  55. Taquaritinga do Norte
  56. Terezinha
  57. Toritama
  58. Tupanatinga
  59. Venturosa
  60. Vertente do Lério
  61. Vertentes

Comentários

Últimas notícias