APELO

Moradores desabrigados por incêndio na Zona Oeste do Recife pedem moradia

Incêndio destruiu 12 moradias na comunidade Carolina de Jesus, no bairro do Barro, na noite da última sexta-feira (8)

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 10/10/2021 às 11:09
Notícia
Day Santos/JC IMAGEM
Dona Maria Rogério, 79 anos, perdeu tudo o que tinha e agora pede um lugar "digno para morar" - FOTO: Day Santos/JC IMAGEM
Leitura:

Com informações do repórter Michael Carvalho, da TV Jornal

O incêndio atingiu 12 moradias da comunidade Carolina de Jesus, no bairro do Barro, próximo a estação do Metrô, na Zona Oeste do Recife, na noite desta sexta-feira (8). O Corpo de Bombeiro Militar de Pernambuco foi acionado por volta das 19h para conter as chamas na ocupação, que é formada por casas improvisadas de madeira. Não houve registro de feridos. 

O incêndio, de grandes proporções, poderia ter sido pior e se alastrado pelos 89 barracos existentes no local. Mas, quem teve sua residência destruída está enfrentando dificuldades. É o caso de Maria Rogério, de 79 anos, que perdeu tudo o que tinha, incluindo documentos, cerca de R$ 300 em dinheiro, e dois animais de estimação, um gato e uma cadela, que morreram no incêndio. "Fui para casa das minhas filhas, mas quero uma moradia digna, que seja digno para eu morar, onde eu possa ter minhas coisinhas de volta", disse ainda muito abalada.

LUTA

A líder comunitária Maria dos Prazeres, contou que a ocupação já existe há cinco anos e há cerca de três anos enfrentou outro incêndio. "A gente está nessa cobrança por moradia há muito tempo.  A prefeitura chegou a oferecer agora a remoção dos atingidos pelo incêndio para um abrigo. Eu respondi que ninguém aqui quer abrigo, quer moradia". Maria dos Prazeres informou que haverá uma reunião com representantes da PCR no próximo dia 14.

Comentários

Últimas notícias