IGREJA CATÓLICA

Irmã Adélia: Igreja faz pronunciamento sobre aquela que pode ser a primeira santa pernambucana

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (13), a Igreja Católica também fará primeira declaração sobre as aparições de Nossa Senhora em Pernambuco

Cinthya Leite Marcelo Aprígio
Cinthya Leite
Marcelo Aprígio
Publicado em 13/10/2021 às 7:58
Notícia
DIVULGAÇÃO
Em 2019, a Diocese de Pesqueira e o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã iniciaram o processo de beatificação e canonização de irmã Adélia - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

O bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Limacêdo Antônio, e o bispo da Diocese de Pesqueira, Dom José Luiz Salles, fizeram nesta quarta-feira (13) um pronunciamento sobre as aparições de Nossa Senhora em Pernambuco e o andamento do processo de beatificação e canonização de Irmã Adélia, que pode se tornar a primeira santa pernambucana.

Em seguida, celebraram uma missa em intenção pelos oito anos de falecimento de Irmã Adélia, que se dedicou à vida consagrada como Religiosa da Instrução Cristã.

Em 2019, a Diocese de Pesqueira e o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã iniciaram o processo de beatificação e canonização após vários relatos de possíveis milagres praticados pela religiosa. Apesar disso, os milagres ainda não são conhecidos, pois só podem vir a público quando o pedido for aprovado no Vaticano.

DIVULGAÇÃO
Em 2019, a Diocese de Pesqueira e o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã iniciaram o processo de beatificação e canonização de irmã Adélia - DIVULGAÇÃO

Aparição de Nossa Senhora

Em 85 anos, desde a primeira aparição de Nossa Senhora, em 6 de agosto de 1936, esta é a primeira vez que a Igreja Católica faz uma declaração oficial sobre os fenômenos de natureza espiritual ocorridos em Cimbres, no município de Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, a 201 km do Recife, como também sobre as mensagens reveladas a Maria da Conceição e a Maria da Luz. Esta última ficou conhecida, mais tarde, como irmã Adélia (1922-2013).

Em 1996, durante as comemorações dos 60 anos das aparições de Nossa Senhora em Cimbres, em 1996, Irmã Adélia contou sobre a experiência que teve e o que a mãe de Jesus lhe pedira. Confira:

Quem foi irmã Adélia

Maria da Luz Teixeira de Carvalho nasceu em Pesqueira (no Agreste de Pernambuco), no dia 16 de dezembro de 1922, e ficou conhecida ao presenciar as aparições de Nossa Senhora, na Sítio Guarda, em Cimbres, distrito de Pesqueira.

Ela recebeu o nome de Irmã Adélia ao entrar para o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã (RIC) e virar freira. Ela faleceu no dia 13 de outubro de 2013, aos 90 anos de idade.

DIVULGAÇÃO
Irmã Adélia pode ser a primeira santa pernambucana - DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO
Irmã Adélia pode ser a primeira santa pernambucana - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Em 2019, a Diocese de Pesqueira e o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã iniciaram o processo de beatificação e canonização de irmã Adélia - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Em 2019, a Diocese de Pesqueira e o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã iniciaram o processo de beatificação e canonização de irmã Adélia - FOTO:DIVULGAÇÃO

Comentários

Últimas notícias