FOGO

Incêndio atinge armazém de construção em Abreu e Lima, no Grande Recife; veja imagens

O fogo iniciou ainda na noite da quinta-feira (14) e o Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 23h

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 15/10/2021 às 8:40
Notícia
Bruno Campos/JC Imagem
Incêndio atingiu armazém de construção em Abreu e Lima - FOTO: Bruno Campos/JC Imagem
Leitura:

Atualizada às 9h48.

Um incêndio atingiu um armazém de construção localizado no bairro Caetés I, em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife (RMR). O fogo iniciou ainda na noite da quinta-feira (14) e o Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 23h.

De acordo com o tenente Marcelo Medeiros, o trabalho durou a madrugada inteira e ainda persiste na manhã desta sexta-feira (15). "Embora as chamas já tenham sido contidas, o material que está dentro da edificação está quente, por isso ainda há bastante fumaça. Agora estamos na última etapa de trabalho, que é o rescaldo, onde estamos realizando o resfriamento do material", explicou. 

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Incêndio destrói armazém de construção no bairro de Caetés I em Abreu e Lima - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Incêndio destrói armazém de construção no bairro de Caetés I em Abreu e Lima - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Incêndio destrói armazém de construção no bairro de Caetés I em Abreu e Lima - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Incêndio destrói armazém de construção no bairro de Caetés I em Abreu e Lima - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Incêndio destrói armazém de construção no bairro de Caetés I em Abreu e Lima - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Bruno Campos/JC Imagem
Incêndio atingiu armazém de construção em Abreu e Lima - Bruno Campos/JC Imagem

Pelo local do incêndio ser um armazém de construção, a maior parte dos produtos comercializados era altamente inflamável, o que facilitou o espalhamento do fogo. Por conta disso, cerca de 155 mil litros de água foram utilizados pelos bombeiros, segundo informou o tenente Medeiros.

Duas residências localizadas ao lado do armazém foram esvaziadas por conta do risco de desabamento da estrutura do imóvel incendiado, além da grande quantidade de fumaça. De acordo com uma moradora, as explosões chegaram a criar um trinco no vidro da porta da casa dela. 

A Defesa Civil de Abreu e Lima esteve no local mas aguardava o término dos trabalhos dos bombeiros para realizar vistoria. A causa do incêndio ainda é desconhecida.

 

 

 

Comentários

Últimas notícias