Violência

Sobe para três número de mortos em bar em Moreno, Grande Recife; 11 pessoas ficaram feridas

Homens chegaram atirando no estabelecimento

JC
JC
Publicado em 07/02/2022 às 11:54
DAY SANTOS/JC IMAGEM
Corpos foram encaminhados ao Instituto de Medicina Legal (IML) - FOTO: DAY SANTOS/JC IMAGEM
Leitura:

Com informações da TV Jornal

Subiu para três o número de mortos em um bar na comunidade Alto Sol Nascente, no bairro da Mangueira, em Moreno, no Grande Recife. Na madrugada do sábado para o domingo (6), homens encapuzados chegaram em motos e carros e atiraram contra as pessoas que estavam no estabelecimento, por volta das 4h.

Um jovem de 22 anos morreu na hora. Posteriormente, os corpos de outros dois homens foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML), de acordo informações do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Moreno. Outras 11 pessoas ficaram feridas na ocasião, seja por tiros ou ao tentar fugir.

O bar ficou com várias poças de sangue e mesas e cadeiras reviradas. Capacetes e sandálias ficaram pelo chão. Treze feridos foram inicialmente socorridos para a Policlínica Beirô Uchoa, no bairro de Nossa Senhora de Fátima. Em estado grave, três seguiram para o Hospital da Restauração, no Recife. E os demais foram transferidos para o Hospital Armindo Moura, também em Moreno. Desses 10, há cinco homens e cinco mulheres. Não houve registro do 14º ferido nas unidades de saúde públicas da cidade.

A Polícia Civil enviou uma nota sobre o ocorrido: "A Polícia Civil de Pernambuco, por meio da Força Tarefa de Homicídios Sul, registrou um homicídio e quatorze tentativas de homicídio, que ocorreram na madrugada deste domingo (06) em Moreno/PE. As vítimas estavam em uma festa, que ocorria em um bar da região, quando homens armados chegaram em motocicletas ao local e efetuaram disparos de armas de fogo contra as pessoas que estavam no bar".

"Um homem, de 22 anos de idade, morreu no local e quatorze pessoas ficaram feridas e foram socorridas. Ainda não há informações sobre a autoria e motivação do crime e o caso segue em investigação", complementa.

Comentários

Últimas notícias