precipitação

Chuvas deixam quase 40 famílias desalojadas no Grande Recife

Defesa Civil acompanha situação da Zona da Mata e da Região Metropolitana do Recife, onde mais choveu nos últimos dias

Ana Maria Miranda
Cadastrado por
Ana Maria Miranda
Publicado em 24/05/2022 às 11:02 | Atualizado em 24/05/2022 às 15:25
GUGA MATOS/ JC IMAGEM
CHUVA NO RECIFE 23.05.2022 - FOTO: GUGA MATOS/ JC IMAGEM
Leitura:

As chuvas que caem desde o último fim de semana na Região Metropolitana do Recife (RMR) deixaram pelo menos 37 famílias desalojadas. De acordo com a Defesa Civil do Estado de Pernambuco (Codecipe), não há registro de feridos nem de mortos em decorrência da precipitação.

De acordo com o órgão, cerca de 30 famílias ficaram desalojadas por causa do destelhamento de algumas residências no bairro Salgadinho, em Olinda. Segundo a coordenadoria do município, os fortes ventos que atingiram a região provocaram o problema.

A Prefeitura de Olinda informou que dez casas localizadas por trás do Centro de Educação Musical de Olinda (CEMO) sofreram comprometimento nos telhados. Por precaução, os imóveis foram interditados e os moradores foram para casa de parentes.

Em nota, a gestão municipal informou que uma equipe da Defesa Civil foi deslocada para avaliar os estragos e definir os próximos passos. A Defesa Civil de Olinda disponibiliza o número 9.9266.5307 (WhastApp) para acionamento pela população.

Já a Defesa Civil do Recife registrou o caso de sete famílias desalojadas por causa dos alagamentos dessa segunda-feira (23). Segundo o órgão, essas pessoas estão abrigadas nas casas de amigos e parentes. "A situação de cada uma será avaliada individualmente pela Defesa Civil, que fornecerá colchões e cestas básicas em caso de necessidade", diz nota enviada pela prefeitura.

A Codecipe informa que acompanha a situação da Zona da Mata e do Grande Recife desde o alerta emitido pela Apac no último domingo (22). O órgão diz ainda que até agora, as ocorrências repassadas pelos municípios estão relacionadas a alagamentos em vias urbanas, quedas de árvores e deslizamentos de barreiras.

A Defesa Civil recomenda que a população que mora em áreas de risco se mantenha alerta, e procure um outro local para abrigo em sinal de perigo, levando documentos pessoais e roupas.

Número da Defesa Civil

A população pode entrar em contato com a Defesa Civil de seu município através dos telefones a seguir:

Defesa Civil Recife – 0800.081.3400
Defesa Civil Olinda – 0800.281.2112
Defesa Civil Jaboatão – 0800.281.2099
Defesa Civil Ipojuca – 0800.281.0620
Defesa Civil Goiana – 0800.281.3400

Caso haja problemas para acionar o órgão local, também é possível acionar a Central 24h da Codecipe pelos telefones 199 ou (81) 3181-2490

Onde mais choveu

Os dados da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) apontam que os maiores índices de chuvas foram registrados em Ipojuca (115 mm), Cabo de Santo Agostinho (99,96 mm), Recife (86 mm), Jaboatão dos Guararapes (83,25 mm) e Goiana (78 mm).

A precipitação deve continuar ao longo do dia.

Comentários

Últimas notícias