campanha

RioMar Recife promove campanha de combate ao trabalho infantil

Iniciativa do RioMar é alusiva ao 12 de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

Ana Maria Miranda
Cadastrado por
Ana Maria Miranda
Publicado em 09/06/2022 às 12:45 | Atualizado em 09/06/2022 às 15:04
Divulgação/OIT
Trabalho infantil impede crianças de terem uma infância normal - FOTO: Divulgação/OIT
Leitura:

O RioMar Recife, o Grupo JCPM e o Instituto JCPM promovem uma campanha de sensibilização com o objetivo de combater o trabalho infantil. A iniciativa tem como objetivo unir esforços contra este mal que rouba a infância de muitas crianças brasileiras.

A campanha tem como tema a frase "Respeite o futuro de uma criança" e procura apoio na sociedade em não estimular a permanência dos pequenos em atividades com algum tipo de remuneração. O trabalho infantil é ilegal e priva crianças e adolescentes de uma infância normal.

Trata-se de uma grave violação dos direitos humanos, já que impede as crianças de frequentar a escola e estudar normalmente, além de impactar o desenvolvimento saudável delas em todas suas capacidades e habilidades.

Divulgação/RioMar
Campanha de conscientização sobre o trabalho infantil do RioMar Recife - Divulgação/RioMar

"É um momento em que se junta toda a sociedade em prol de respeitar o espaço para a criança como um espaço de formação, de educação, para que eles possam ter seu futuro melhor", pontua Lúcia Pontes, diretora de Desenvolvimento Social e Institucional do Grupo JCPM.

A iniciativa do RioMar é alusiva ao 12 de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, instituído em 2002 pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) com o intuito de reforçar a conscientização das famílias, sociedade, governos e empresários sobre a importância de erradicar a exploração infantil.

"O RioMar, novamente, por mais um ano, se junta às entidades para que a gente alerte à população, aos seus clientes, que eles entendam e colaborem com o futuro da criança para que a gente possa, assim, construir um futuro melhor", conclui Lúcia Pontes.

Além do RioMar, Instituto JCPM e Grupo JCPM, fazem parte da iniciativa os seguintes órgãos: Centro Dom Helder Camara (CENDHEC), Superintendência Regional do Trabalho em Pernambuco, Defensoria Pública, Conselho Tutelar da Cidade do Recife, Conselho Municipal de Defesa e promoção dos Direitos da Criança e Adolescentes da Cidade do Recife.

Comentários

Últimas notícias