SÃO JOÃO

SÃO JOÃO 2022: Vai poder acender fogueira na festa junina deste ano?

Nos dois anos anteriores, as fogueiras ficaram proibidas em algumas cidades pernambucanas

Bruno Vinicius
Cadastrado por
Bruno Vinicius
Publicado em 17/06/2022 às 15:57 | Atualizado em 17/06/2022 às 16:33
Leo Motta/Acervo JC Imagem
Após três anos, as fogueiras retornarão às festas de São João em Pernambuco - FOTO: Leo Motta/Acervo JC Imagem
Leitura:

Com informações da repórter Mirella Araújo

Após três anos, as fogueiras retornarão às festas de São João em Pernambuco. Pelo menos é o que vai acontecer nos principais polos festivos do Estado. Nos dois anos anteriores, as fogueiras ficaram proibidas em algumas cidades pernambucanas.

No Recife, por exemplo, houve uma medida para que fosse proibida a venda de fogos e fogueiras na  em decorrência das doenças respiratórias. Nos dois anos anteriores, os festejos juninos ficaram proibidos por causa da pandemia da covid-19. Neste ano, não há nenhuma recomendação para que as fogueiras sejam proibidas novamente.

Caruaru, considerada a cidade com o maior São João do Estado, as fogueiras também serão permitidas. O município segue com programação em todos os finais de semana até dia de 2 julho, com múltiplos polos espalhados pela Capital do Forró.

Em Petrolina, no Sertão do São Francisco, o uso de fogueiras no período junino não foi proibido neste ano. A Prefeitura de Petrolina ainda "alerta a população sobre a responsabilidade de evitar que seu uso cause danos a outros moradores, além de orientar quanto à maneira correta de montar a estrutura de um dos maiores símbolos do período, sem causar prejuízos à pavimentação da cidade", disse em nota.

Em maio, o deputado estadual Romero Albuquerque (União Brasil) chegou a encaminhar um pedido ao governador Paulo Câmara (PSB) para que, assim como em 2020 e 2021, em decorrência da pandemia da covid-19, fossem mantidas as restrições que desautorizaram o acendimento fogueiras e a comercialização de fogos.

De acordo com o parlamentar, a medida se faz novamente necessária em decorrência do aumento do número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Estado, principalmente em bebês e crianças. Em maio, houve uma alta na procura por UTIs infantis no Estado, gerando um colapso nos hospitais públicos. Além da indicação, o parlamentar também protocolou na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) um Projeto de Lei (PL) tratando da proibição.

"Todas as providências necessárias precisam ser tomadas. As fogueiras produzem fumaça e, mesmo em tempos normais, pessoas com doenças respiratórias e crianças são muito prejudicadas nesse período. A situação já é alarmante, afinal a fila por um leito de UTI tem crescido e crianças têm morrido. O Governo precisa garantir a devida assistência à população, e atuar de forma preventiva para que o quadro não se agrave ainda mais" diz Albuquerque.

A uma semana das festas juninas e com as vendas já autorizadas, não houve nenhum protocolo de proibição das fogueiras em território estadual.

Quais os cuidados com as fogueiras de São João?

Pelo Recife, as fogueiras já estão à venda. Apesar da tradição, a recomendação é de que se tenha cuidado. De acordo com os bombeiros, o ideal é que elas tenham até um metro de altura. Na hora de acendê-las, é recomendável começar o fogo na base utilizando algodão ou um pedaço de pão embevecido com óleo de cozinha. Isso para evitar grandes acidentes.

Comentários

Últimas notícias