CHUVAS

CHUVAS EM PERNAMBUCO: barragens do Agreste atingem limite de acumulação

Bruno Vinicius
Cadastrado por
Bruno Vinicius
Publicado em 03/07/2022 às 11:39 | Atualizado em 03/07/2022 às 11:49
Reprodução de vídeo
Correntes, no Agreste, é uma das cidades mais afetadas pela chuva - FOTO: Reprodução de vídeo
Leitura:

Com as chuvas que atingiram o Agreste nesta sexta (1) e neste sábado (2), barragens voltaram a ter 100% de acumulação. Segundo a Compesa, as barragens de Cajueiro, Inhúmas e Gurjão, localizadas no Agreste Meridional, estão com 100% de capacidade.

Apesar de estar com a acumulação em 100%, os sistemas estão operando normalmente, de acordo com a empresa. As barragens de Cajueiro, Inhúmas e Mundaú abastecem Garanhuns, São João, Angelim, Jucati e Caetés.

Já Gurjão abastece Capoeiras e também Caetés, no Agreste.

Fornecimento de água suspenso

O município de Correntes teve o abastecimento suspenso por causa da continuidade do alto índice de chuvas. O volume que está dificultando a captação de água bruta, em função do transbordamento dos Rios Mundaú e Correntes.

A previsão de retomada da operação do sistema de abastecimento da cidade a noite deste domingo (3), às 18h.

QUAIS FORAM OS MUNICÍPIOS ATINGIDOS PELAS CHUVAS?

Segundo o último balanço da Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Pernambuco (Codecipe), 18 municípios do Agreste e Zona da Mata Sul foram atingidos pelas chuvas. 

As cidades atingidas foram:

As cidades mais afetadas foram:

  • Água Preta
  • Angelim
  • Barreiros
  • Bom Conselho
  • Canhotinho
  • Correntes
  • Cortês
  • Itaíba
  • Jaqueira
  • Quipapá
  • São Benedito do Sul
  • Maraial
  • Tamandaré
  • Lagoa do Ouro
  • Palmerina
  • Brejão
  • Garanhuns
  • Palmares

Comentários

Últimas notícias