PANDEMIA

Bolsonaro diz que em 3 ou 4 meses pico do vírus deve diminuir

O presidente afirmou ainda que a situação da covid-19 deverá se normalizar em seis ou sete meses

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 19/03/2020 às 19:55
SERGIO LIMA/AFP
Bolsonaro testou positivo para a covid-19 - FOTO: SERGIO LIMA/AFP
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro projetou que em três ou quatro meses o pico do novo coronavírus poderá diminuir no Brasil. A situação da covid-19 deverá se normalizar em seis ou sete meses, afirmou ele em transmissão ao vivo no Facebook.

>> Sobe para sete o número de mortes por coronavírus no Brasil

>> Além de Pernambuco, veja quais são os estados do Brasil que têm transmissão comunitária de coronavírus

Bolsonaro lembrou que sete pessoas já morreram pela doença no País. "A gente espera, acha que em três, quatro meses essa crise, esse pico do vírus, ele diminuirá. E a partir de uns seis, sete meses, mais ou menos, os países, o Brasil no caso, entram na normalidade aqui", disse Bolsonaro.

O chefe do Planalto lamentou a sétima morte registrada no Brasil por causa da covid-19. Ele pediu que, nos próximos balanços, o Ministério da Saúde divulgue dados como idade e histórico de doenças das pessoas mortas pelo vírus.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

Mapa do coronavírus pelo mundo

Comentários

Últimas notícias