Coronavírus

Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel testa positivo para a covid-19

O próprio Witzel anunciou o resultado do exame no Twitter. Gestor diz que passa bem

Renata Monteiro
Cadastrado por
Renata Monteiro
Publicado em 14/04/2020 às 16:43 | Atualizado em 15/04/2020 às 17:50
Foto: Agência Brasil
Witzel já foi alvo de duas denúncias do Ministério Público Federal. Na primeira, por corrupção e lavagem de dinheiro. Na segunda, por supostamente liderar a organização criminosa - FOTO: Foto: Agência Brasil
Leitura:

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), anunciou, na tarde desta terça-feira (14), que testou positivo para a covid-19. De acordo com o gestor, ele não se sentia bem desde a última sexta-feira (10), quando decidiu realizar o exame. O anúncio foi feito através do Twitter.

>> Instituto desenvolve teste rápido para detectar coronavírus

>> Governo federal inicia pagamento de recomposição dos Fundos de Participação dos Estados e Municípios

>> G7 apoia suspensão temporária de pagamento da dívida dos países pobres

"Tive febre, dor de garganta, perda de olfato, mas graças a Deus estou me sentindo bem e continuarei trabalhando aqui do Palácio Laranjeiras, mantendo as restrições e as recomendações médicas, e tenho certeza que vou superar mais essa dificuldade", afirmou Witzel em um vídeo de pouco menos de um minuto publicado em sua conta pessoal na rede social.

ISOLAMENTO

Ao falar sobre o resultado do seu exame, o governador também aproveitou para pedir que a população continue seguindo as orientações de isolamento social necessárias para conter o avanço do novo coronavírus. "Eu peço mais uma vez para que fiquem em casa porque a doença, como todos podem perceber, não escolhe ninguém e o contágio é rápido", cravou.

Na última segunda-feira (13), Witzel prorrogou até o dia 30 de abril a quarentena no Rio de Janeiro. De acordo com o decreto 47.027, a medida é necessária porque ainda existe a necessidade de manutenção da situação de emergência no Estado devido ao crescimento no número de casos de covid-19. Até ontem, o Rio de janeiro havia confirmado 3.221 casos da doença e 182 óbitos.

Comentários

Últimas notícias