Damares Alves

Ministério faz concurso de máscaras e prêmio é encontro com Damares e Michelle Bolsonaro

O concurso tem como objetivo ajudar as famílias no incentivo ao uso da máscara de proteção

Gabriela Carvalho
Gabriela Carvalho
Publicado em 20/05/2020 às 12:03
Notícia
Reprodução
A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves em vídeo de concurso - FOTO: Reprodução
Leitura:

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos lançou um edital para concurso que premiará as melhores máscaras de proteção feitas por crianças.

Os quatro vencedores vão passar uma tarde em Brasília com a ministra Damares Alves, responsável pelo ministério, e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Segundo o ministério, o concurso tem como objetivo ajudar as famílias no incentivo ao uso da máscara de proteção por crianças para conter a disseminação do novo coronavírus.

>> Câmara aprova uso obrigatório de máscara durante pandemia e multa de R$ 300 para quem descumprir regra

Nas redes sociais, a ministra publicou um vídeo para anunciar o edital intitulado "Pequenos heróis contra o vilão coronavírus".

Segundo Damares, as 30 melhores máscaras vão ganhar um presente "lindo", sem especificar o que seria, e as quatro "mais bonitas, mais engraçadas" vão passar uma tarde na capital federal com ela e Michelle, acompanhadas por seus responsáveis.

>> Bolsonaro diz que novo protocolo para uso de cloroquina será assinado nesta quarta-feira (20)

De acordo com edital, o encontro acontecerá em data a ser agendada "tão logo os encontros presenciais sejam permitidos pelas autoridades sanitárias".

O concurso

As inscrições para o concurso ocorrerão por categorias, segundo faixas etárias: a primeira para crianças de até 6 anos de idade e a segunda para aqueles de 6 a 12 anos incompletos.

As inscrições só podem ser feitas pela internet no período de 18 a 29 de maio e devem conter, no máximo três imagens, apresentando momentos da confecção da máscara e o produto finalizado e sendo usado pela criança. O material deverá ser enviado para o e-mail: campanhasndca@mdh.gov.br.

O regulamento prevê apenas uma inscrição por CPF, de titularidade de um dos pais ou responsável legal pela criança. Segundo o edital, a avaliação e julgamento privilegiará os seguintes critérios: inovação, criatividade, praticidade na confecção e design. Também será considerada a função protetora da máscara.

As máscaras "serão avaliadas por equipe multiprofissional e voluntária, formada por servidores da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, da Secretaria Nacional da Família e da Assessoria de Comunicação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, como integrantes da comissão julgadora".

Os acessórios vencedores serão apresentados no dia 10 de junho, por meio de divulgação nas redes sociais do ministério.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias