Sem golpe

Em live, General Heleno afirma que "militares não vão dar golpe" ou fazer intervenção no Brasil

Segundo o ministro-chefe do GSI, a intervenção não passa nem pela cabeça dos militares

JC
JC
Publicado em 21/05/2020 às 15:15
Notícia
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
General Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Internacional - FOTO: Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Leitura:

O general Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), descartou a possibilidade de golpe, intervenção militar ou da instalação de uma ditadura no Brasil. A fala foi dita em uma live nessa quarta-feira (20).

>> Avaliação negativa do governo Bolsonaro atinge novo recorde, diz XP/Ipespe

 

>> Ministério faz concurso de máscaras e prêmio é encontro com Damares e Michelle Bolsonaro

 

>> Youtubers que apoiam Bolsonaro entram na mira do STF por manifestações antidemocráticas

“Os militares não vão dar golpe. Isso não passa na cabeça dessa nossa geração, que foi formada por aquela geração que viveu todos aqueles fatos, como estar contra o governo, fazer uma contrarrevolução em 1964. Isso são provocações feitas por alguns indivíduos que não têm coragem de dizer quais são suas ideologias, que ficam provocando os militares para ver se nós vamos reagir”, declarou

Participação de Bolsonaro em manifestações 

No último mês, o ministro da Defesa teve de editar duas notas reafirmando o compromisso das Forças Armadas com a Constituição após o presidente participar de atos golpistas que pediam intervenção militar contra Congresso e Supremo Tribunal Federal. Na semana passada, artigo do vice-presidente, general Hamilton Mourão, gerou rumores sobre eventuais intenções intervencionistas dos fardados.

>> Rodeado de pelo menos 11 ministros, Bolsonaro participa de ato pró-governo 

Comentários

Últimas notícias