visita ao Líbano

Justiça autoriza saída de Michel Temer do Brasil

O período da viagem será de 12 a 15 deste mês

Agência Brasil
Cadastrado por
Agência Brasil
Publicado em 11/08/2020 às 11:07 | Atualizado em 11/08/2020 às 11:09
ALAN SANTOS/PR
EX-PRESIDENTE Michel Temer foi um dos alvos da operação no Estado - FOTO: ALAN SANTOS/PR
Leitura:

A Justiça Federal autorizou a saída do país do ex-presidente da República Michel Temer. Ele foi nomeado pela Presidência da República para integrar uma missão humanitária ao Líbano, onde uma explosão, ocorrida na semana passada, deixou dezenas de mortos e feridos. O período da viagem será de 12 a 15 deste mês.

>> Bolsonaro anuncia ajuda ao Líbano e convida Temer para chefiar missão ao país

>> Presidente do Líbano rejeita investigação internacional de explosões

>> Pesquisadores do Ceará querem enviar peles de tilápia para tratar feridos de explosão no Líbano

A informação foi confirmada por Eduardo Carnelós, advogado do ex-presidente. Filho de libaneses, Temer é réu em dois processos relacionados à Operação Descontaminação, por isso precisa de autorização judicial cada vez que tiver que sair do país.

A autorização foi concedida pelo juizo da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro.

Últimas notícias