Pró-Bolsonaro

Bolsonaristas pedem intervenção militar em manifestação na Esplanada

Manifestações que pedem um golpe militar no País são inconstitucionais e são alvo do Inquérito dos Atos Antidemocráticos aberto no ano passado por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR)

Estadão Conteúdo Luisa Farias
Cadastrado por
Estadão Conteúdo
Luisa Farias
Publicado em 01/05/2021 às 14:51 | Atualizado em 01/05/2021 às 14:52
MARCOS CORREA/PR
Com o pretexto do Dia do Trabalho, os manifestantes gritam "Bolsonaro, eu autorizo", em referência a uma fala do presidente, que no dia 14 de abril disse que esperava "um sinal do povo" para agir - FOTO: MARCOS CORREA/PR
Leitura:
Dezenas de manifestantes bolsonaristas estão reunidos na manhã deste sábado (1º) no gramado em frente ao Congresso Nacional com faixas pedindo intervenção militar. Com o pretexto do Dia do Trabalho, os manifestantes gritam "Bolsonaro, eu autorizo", em referência a uma fala do presidente, que no dia 14 de abril disse que esperava "um sinal do povo" para agir.
 
Entre os grupos de extrema direita, a fala do presidente foi interpretada como um pedido de autorização para endurecer a relação com os demais Poderes. Em vídeo publicado hoje pelo canal "Cafezinho com Pimenta" no youtube, os manifestantes na Esplanada carregam faixas com as frases: "Intervenção militar com Bolsonaro no poder" e "Presidente Bolsonaro acione as Forças Armadas (FFAA)".
 
 
Manifestações que pedem um golpe militar no País são inconstitucionais e são alvo do Inquérito dos Atos Antidemocráticos aberto no ano passado por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).
 
No Rio de Janeiro, a manifestação de apoiadores de Bolsonaro interrompeu o trânsito na orla de Copacabana, na zona sul da cidade. Os participantes se concentraram Avenida Atlântica, à beira da praia, uma das principais vias do bairro, carregando bandeiras do Brasil e faixas de protesto contra o Supremo Tribunal Federal (STF). Os manifestantes executaram o hino nacional e gritavam palavras em apoio a Bolsonaro.
 

 

Recife

 

No Recife, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro realizaram uma carreata na manhã deste sábado (1º), na Zona Sul do Recife. A concentração ocorreu no Parque Dona Lindu, e sai pela Avenida Mascarenhas de Moraes em direção à Avenida Boa Viagem. Também se uniram à carreata grupos de outros municípios da Região Metropolitana do Recife, como Olinda, Paulista e Jaboatão dos Guararapes.
 
O trânsito ficou lento na Mascarenhas de Moraes por conta da manifestação. A reportagem da TV Jornal identificou ambulâncias no local com dificuldade de se locomover.
 
Na Avenida Boa Viagem, havia a presença de pedestres com camisas verde a amarelas e bandeiras do Brasil, que seguiam o percurso de um trio elétrico.
 
O ministro do Turismo, Gilson Machado, que é pernambucano, esteve presente no ato. "Estamos aqui nesse momento patriótico, democrácito, o maior 1º de Maio já registrado no Recife, de massa humana apoiando o governo. Isso é muito gratificante porque eu faço parte desse governo, que é um governo que está recuperando a auto estima do brasileiro, onde agora o dinheiro do brasileiro serve ao Brasil e não à Cuba, à Venezuela", afirmou o ministro.
 

Últimas notícias