Tratamento

Tratando um câncer, Bruno Covas, prefeito de São Paulo, é intubado em UTI

O gestor já havia informado o afastamento do cargo para se tratar

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 03/05/2021 às 12:53
Notícia
GOVERNO DE SÃO PAULO
Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo - FOTO: GOVERNO DE SÃO PAULO
Leitura:

Um dia após anunciar o afastamento do cargo para tratar de um câncer no sistema digestivo, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi internado na Unidade de Terapia Intensiva do hospital Sírio-Libanês e está intubado. A informação foi confirmada pela prefeitura da capital, nesta segunda-feira (3).

>> Exames detectam novos pontos de câncer no prefeito de São Paulo, Bruno Covas

>> Bruno Covas decide se licenciar do cargo de prefeito de São Paulo para tratar câncer no sistema digestivo

O prefeito já havia sido internado no domingo (2) para fazer exames de sangue, de imagens e endoscópico para continuar o tratamento e a endoscopia mostrou que havia um sangramento no local do tumor inicial, na cárdia, entre o esôfago e o estômago. Covas então foi levado à UTI e intubado.

O oncologista Tulio Flesch Pfiffer havia informado que a nova internação não estaria relacionada a uma piora do quadro de saúde de Covas, mas ao início de uma nova estratégia de tratamento. Neste fim de semana, o tucano passaria por mais uma rodada de sessões de quimioterapia e radioterapia, mas a equipe achou melhor aguardar o resultado de novos exames antes de realizar os procedimentos. Com o afastamento de Covas, quem assume a prefeitura de São Paulo é o vice-prefeito Ricardo Nunes (MDB).

Devido a transferência para a UTI, as sessões de quimioterapia e imunoterapia que o prefeito faria nesta segunda-feira foram suspensas e não devem acontecer nos próximos dias. A análise dos médicos é de que esse tipo de sangramento não é desejável, mas faz parte de um quadro de tratamento que o prefeito passa atualmente.

Confira o boletim médico divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês:

O prefeito Bruno Covas foi internado neste domingo (2) para realizar exames de sangue, de imagens e endoscópico, com o objetivo de prosseguir o tratamento quimioterápico e imunoterápico.

A Endoscopia demonstrou sangramento no local do tumor inicial, que está sendo controlado com medidas de hemostasia local.

O prefeito Bruno Covas foi encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva submetendo-se à intubação oro-traqueal e recebendo as medidas adequadas de suporte clínico.

Ele está sendo acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. David Uip, Dr. Artur Katz, Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e pelo Prof. Roberto Kalil Filho.

Comentários

Últimas notícias