ROMPIMENTO

Alberto Fraga corta amizade de 40 anos com Bolsonaro após esposa morrer por covid-19

Mirta Fraga, esposa de Alberto, morreu em maio de 2021, após dois meses internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Brasília

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 06/07/2021 às 8:49
REPRODUÇÃO/FACEBOOK ALBERTO FRAGA
A amizade entre Fraga e Bolsonaro surgiu em 1981, quando os dois se conheceram na Escola de Educação Física do Exército, no Rio de Janeiro - FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK ALBERTO FRAGA
Leitura:

Amigo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) há cerca de 40 anos, o ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) cortou relações com o chefe do Poder Executivo nacional depois que sua esposa morreu, vítima da covid-19, em maio de 2021, após dois meses internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Brasília.

Segundo o jornalista Igor Gadelha, do portal Metrópoles, o ex-deputado deixou de frequentar o Palácio da Alvorada e até de responder às mensagens do presidente desde que o quadro de sua mulher, Mirta Fraga, se agravou, em abril. O ex-parlamentar e a esposa foram diagnosticados com covid-19 na segunda semana de março. Alberto Fraga chegou a ficar uma semana internado no hospital — ele teve alta no dia 30 daquele mês. Já Mirta, precisou ser encaminhada para a UTI após o agravamento do quadro.

Discordâncias

Aliados políticos e pessoas próximas ao democrata afirmam que ele nunca concordou com os posicionamentos de Bolsonaro sobre a pandemia do novo coronavírus e que a morte de sua esposa, aos 56 anos, foi o estopim para que ele se distanciasse do presidente.

A amizade entre Fraga e Bolsonaro surgiu em 1981, quando os dois se conheceram na Escola de Educação Física do Exército, no Rio de Janeiro.

 

Comentários

Últimas notícias