greve

União não tem dinheiro para reajuste pedido por servidor do BC, diz Mourão

Servidores do Banco Central estão em greve e pedem reajuste salarial

Ana Maria Miranda
Cadastrado por
Ana Maria Miranda
Publicado em 04/05/2022 às 14:34
Marcello Casal JrAgência Brasil
Servidores do Banco Central estão em greve - FOTO: Marcello Casal JrAgência Brasil
Leitura:
Do Estadão Conteúdo
 
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta quarta-feira, 4, que a União não tem dinheiro para oferecer reajuste solicitado por servidores do Banco Central.
Ele ainda defendeu a proposta do governo por um aumento linear de 5% para todo o funcionalismo, inclusive para os policiais federais, que receberam a promessa de uma reestruturação nas carreiras. "É o necessário? Não, mas é o possível", declarou o general a jornalistas no Palácio do Planalto.
 
Mourão confirmou que a decisão do governo neste momento, mesmo ainda não oficializada, é pelo reajuste geral de 5%, e falou em "recuo do presidente" sobre as categorias de segurança pública, em referência à reestruturação.
 
"Não tem dinheiro, né? É uma realidade. Nós que somos funcionários públicos temos de entender que aumento salarial só pode ocorrer se houver aumento de arrecadação consistente. Quando há aumento de arrecadação consistente? Quando aumenta o PIB", disse o vice-presidente.
 
"Nós funcionários públicos temos de entender que nós não perdemos o emprego, muita gente perdeu o emprego. O salário não está adequado no momento por conta da inflação? Não tá, mas vamos esperar a oportunidade para que isso possa ser equalizado."

Últimas notícias