ELEIÇÕES 2022

Incêndio no Pina: Raquel Lyra diz que momento é de solidariedade, mas também de se colocar como pessoa capaz de 'mudar realidade'

"É um sofrimento sem fim para essas pessoas que já vivem em total desalento", disparou Raquel.

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 07/05/2022 às 0:12
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Raquel Lyra // Na foto Raquel Lyra, Prefeita e Caruaru e candidata ao governo do estado nas eleições de 2022. - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

Após o incêndio que atingiu dezenas de palafitas no Pina, Zona Sul do Recife, a pré-candidata ao governo do Estado pelo PSDB, Raquel Lyra, disse que o momento é de solidariedade. Pediu orações pelas famílias atingidas e também se colocou como pessoa capaz de mudar a realidade dos moradores de palafitas. 

"Estive recentemente visitando a Comunidade do Bode e vi de perto o dia a dia dessas famílias. É um sofrimento sem fim para essas pessoas que já vivem em total desalento e sem atenção do poder público. É um absurdo! É preciso políticas públicas que olhem para os que precisam. Nesse momento, nossas orações são para que vidas não sejam perdidas!, escreveu numa rede social a pré-candidata. 

Raquel continuou: "Vi as condições indignas que a população vive. É momento da gentes se solidarizar e rezar. Mas também é minha obrigação me colocar como alguém que quer mudar a realidade dessa população, alguém que quer construir habitações e permitir que mais de 30 mil pessoas que moram em palafitas hoje no Recife possam viver com dignidade".  

Prefeitura do Recife 

"Em nota, a Prefeitura do Recife informa que as famílias afetadas pelo incêndio no Pina receberão indenização por pecúnia, no valor de R$ 1.500, além de todo o apoio necessário, como oferta de abrigo, cestas básicas e transporte para casa de familiares. Equipes da Secretaria Executiva de Defesa Civil; Secretaria Executiva de Controle Urbano; Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas Sobre Drogas e Direitos Humano; CTTU; SAMU; Guarda Municipal; e Secretaria de Governo foram ao local para prestar o primeiro atendimento".

Comentários

Últimas notícias