CONFIRA

Você sabia que Elba Ramalho teve música censurada por falar do Nordeste independente?

No aniversário dos seus 70 anos, a cantora já arrepiou muita gente com suas músicas

Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 17/08/2021 às 14:04
Notícia
DIVULGAÇÃO
DESTAQUE Elba Ramalho comanda o São João da TV Jornal, neste sábado - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Já pensou em um Nordeste independente? Elba Ramalho retratou essa cena em uma música chamada "Nordeste Independente", criada em 1984. Mas, não foi somente um som simples, como vários outros da artista. A letra traz o cenário do Nordeste auto suficiente e, muito além disso, mostrou que o Sul e Sudeste precisam dos nordestinos para produções econômicas e culturais. Com isso, a letra não foi bem aceita pelo resto da população e acabou sendo censurada pela Ditadura Militar Brasileira.

Essa música foi lançada no seu disco "Do Jeito que A Gente Gosta" e foi feita a partir de um improviso musical realizado por Bráulio Tavares e Ivanildo Vilanova. Elba Ramalho não deixou seu som de lado mesmo após a censura. Com a redemocratização, ela começou a usar em seus shows, arrepiando multidões nordestina com a letra de encantar e refletir.

Um dos versos mais cantados e escritos em textos nos seus eventos pelo público é o: "Imagina o Brasil ser dividido e o Nordeste ficar independente". Inclusive, o repente foi utilizado em uma vídeo-resposta no canal no Youtube do Braúlio Bessa ao pessoal que fez ataques xenofóbicos após eleições. Não só esse, como também o verso "Povo do meu Brasil/ Políticos brasileiros/ Não pensem que vocês nos enganam/ Porque nosso povo não é besta".

Até os dias atuais, a música "Nordeste Independente" incomoda muita gente, por se tratar de um tema que incomoda pessoas com atitudes xenofóbicas. Assista uma versão ao vivo em 1987:

Comentários

Últimas notícias