EVENTO MARCADO

Mesmo sem liberação, Arcoverde já tem show com platéia programado para o mês de novembro

Evento já conta com a venda de ingressos antecipados e atrações previstas

Gabriela Andrade
Gabriela Andrade
Publicado em 24/08/2021 às 10:16
Notícia
Divulgação
Show - FOTO: Divulgação
Leitura:

Apesar da pandemia da Covi-19 ainda não ter se encerrado no país, a cidade de Arcoverde já se prepara para montar a agenda de shows e eventos. Segundo informações de Nildo Lucena da Rádio Jornal Pesqueira, o município pernambucano já tem show marcado para o mês de novembro, contando inclusive  com a venda de ingressos antecipados e atrações previstas.

Recentemente, o Governo do Estado de Pernambuco havia anunciado que irá lança o Passo Seguro, com o objetivo de certificar os aplicativos que irão garantir o acesso de pessoas já vacinadas e testadas a eventos no estado. Segundo as informações da coletiva de imprensa ocorrida na última quinta-feira (20), eventos testes serão realizados para verificar a situação da pandemia e depois avaliar se o setor de eventos após mais de um ano e meio parado; poderá receber público novamente.

Mesmo ainda não tendo sido iniciado o processo de retomada das atividades não essenciais, um evento denominado Fest Mix 2021, está programado para acontecer no dia 27 de novembro, às 17h, no Espaço Arena Festa Mix, em Arcoverde. 

Nas mídias sociais do mencionado evento, já circulam a divulgação dos shows dos cantores João Gomes, Wallace Arraes e Kaique Góes.  Os produtores inclusive já anunciaram as vendas de ingressos para a Fest Mix 2021, que conta com a presença de plateia, e com valores que variam de R$: 66,00 o ingresso e R$: 88,00 o lounge.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

STEPHANE DE SAKUTIN / AFP
Paris, França | AFP | sábado 29/05/2021 - 17:23 UTC-2 | 322 palavras ATUALIZA APÓS SHOW Quase 5.000 pessoas tiveram um encontro marcado neste sábado (29) em Paris para dançar ao ritmo de um grupo francês que conquistou a fama na década de 1980, em um estudo científico há muito aguardado para um setor especialmente afetado pela pandemia. O público deste show da banda Indochine não precisou manter distanciamento, mas foi obrigado a usar máscaras. Durante a apresentação, um dos membros do grupo, Nikolas Sirkis, pediu ao público que "fizesse barulho" pelo trabalhadores sanitários, os cientistas e, também, para prestar homenagem "a todos os mortos pela covid". Essa experiência, que já foi realizada em outras partes da Europa, foi adiada várias vezes na França e acontece em um momento em que a situação de saúde está melhorando e a vacina está prestes a ser oferecida a todos os adultos. Neste momento, na França, este tipo de evento é autorizado, mas desde que a distância de quatro metros quadrados entre cada pessoa seja respeitada, o que obrigou o cancelamento de muitos porque se tornaram financeiramente insustentáveis. O show deste sábado pretendia mostrar que se os espectadores fizerem um teste de diagnóstico e este apresentar resultado negativo, eles não correm o risco de serem contaminados - FOTO:STEPHANE DE SAKUTIN / AFP

Comentários

Últimas notícias