SALVA-ARTE 2021

Antigos postos salva-vidas de Boa Viagem vão ganhar novas artes

Seis artistas vão deixar seus trabalhos registrados na orla de Boa Viagem inspirados por gêneros musicais da cultura pernambucana

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 15/09/2021 às 18:01 | Atualizado em 15/09/2021 às 18:09
Divulgação
Trabalho de Glauber Arbos na intervenção artística feita em 2015 - FOTO: Divulgação
Leitura:

Os seis antigos postos salva-vidas da orla de Boa Viagem, no Recife, receberam intervenções artísticas de seis artistas, em 2015, e agora serão repaginados com novas pinturas. Para a edição do projeto Salva-Arte 2021, foram selecionados os artistas: Abrós, Ianah Maia, Jade Matos, Jeff Alan, Max Motta e Jota Zer0ff, que participa pela segunda vez.

A partir desta quinta-feira (16), os seis artistas iniciam seus trabalhos. Cada um deles vai trabalhar um gênero musical da cultura pernambucana: frevo (Jeff Alan, no posto em frente ao edf. Mirante); ciranda (Ianah Maia, em frente ao hotel Internacional Palace); maracatu (Max Motta, próximo ao edf. Oceania), coco de roda (Jade Matos, em frente ao 2º Jardim); brega (Abròs, próximo à Pracinha de Boa Viagem) e manguebeat (Jota Zer0ff, em frente ao Parque Dona Lindu).

Uma novidade desta edição é que, para cada posto, conforme o gênero musical, os DJs Claudinha Summer e Evandro Q? prepararam playlists. Elas poderão ser acessadas por um QR Code.

O projeto Salva-Arte 2021 é realizado por Wellington Ferraz com Nuvem Produções e Furtacor Produções; patrocínio da Copergás e apoio da Prefeitura do Recife.

Comentários

Últimas notícias