LUTO

Morre, aos 64 anos, a jornalista Cristiana Lôbo

Profissional atuou por mais de 30 anos no jornalismo

Gabriela Andrade
Gabriela Andrade
Publicado em 11/11/2021 às 10:07 | Atualizado em 11/11/2021 às 11:55
Divulgação/Rede Globo
Mieloma múltiplo, tipo de câncer que causou a morte da jornalista Cristiana Lôbo - FOTO: Divulgação/Rede Globo
Leitura:

Nesta quinta-feira (11), a jornalista e colunista de política Cristiana Lôbo faleceu aos 64 anos, em decorrência de um mieloma múltiplo, do qual se tratava havia alguns anos, agravado por uma pneumonia contraída recentemente.

A informação foi confirmada pela GloboNews, de onde ela estava afastada desde o ano passado. Cristiana Lôbo morreu no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada.

O mieloma múltiplo, doença que ela enfrentava, é o câncer de um tipo de células da medula óssea chamadas de plasmócitos, responsáveis pela produção de anticorpos que combatem vírus e bactérias. No mieloma múltiplo, os plasmócitos são anormais e se multiplicam rapidamente, comprometendo a produção das outras células do sangue.

Tratamento


Em junho desse ano, em seu perfil no Twitter, a jornalista chegou a falar sobre o tratamento de saúde que estava enfrentando e agradeceu a todos que desejam melhoras:

Cristiana Lôbo começou a carreira cobrindo a política do estado de Goiás, até se mudar para Brasília. Sua estreia na televisão foi 1997. Ao noticiar a morte da colega, âncoras do canal, como Miriam Leitão, Roberto Burnier e Leilane Neubarth se emocionaram ao vivo.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias