CRIME

Mulher acusa Maradona de estupro na adolescência: ''Eu deixei de ser menina''

O ex-jogador faleceu em novembro de 2020

Rayane Domingos
Rayane Domingos
Publicado em 23/11/2021 às 11:44 | Atualizado em 23/11/2021 às 11:44
DANIEL GARCIA / AFP
MARADONA - FOTO: DANIEL GARCIA / AFP
Leitura:

A cubana Mavys Alvarez convocou uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (22) para revelar sobre o relacionamento que teve há 20 anos com o Diego Maradona. A mulher afirmou que o jogador a estuprou quando ela ainda era menor de idade: ''Eu deixei de ser menina, toda a minha inocência foi roubada de mim''

Agora, aos 37 anos, ela decidiu denunciar Maradona e prestou depoimento no Tribunal do Ministério da Justiça da Argentina, que segue investigando denúncias de tráfico contra a ex-comitiva. O abuso aconteceu na Cuba, em 2001, quando Alvarez tinha apenas 16 anos e ele teria 40 anos.

A mulher disse que conheceu o jogador pouco tempo antes da viagem, quando ele se submeteu a tratamento contra as drogas. Ela revelou que foi estuprada em uma clínica que a mãe estava hospedada junto com Maradona, em Havana. ''Ele cobre minha boca, me estupra, não quero pensar muito nisso'', disse Alvarez. Em outras entrevistas, ela já tinha relatado que houve relações consensuais, mas que pelo menos uma vez o jogador forçou a situação.

Ela também relatou que é muito difícil ir a Argentina porque o jogador ainda é tratado como herói. Além disso, afirmou que a denúncia é ''para ajudar todas as mulheres, todas as vítimas de tráfico, de crime''.

Sobre Diego Maradona

Existem diversas denúncias públicas contra o ídolo argentino, tanto de violência física quanto psicológica contra mulheres. Além de suspeitas sobre relacionamento com meninas menores de idade.

Diego Maradona faleceu em novembro de 2020, aos 60 anos, devido a uma parada cardiorrespiratória. O seu enterro contou com milhares de pessoas nas ruas de Buenos Aires para fazer uma grande homenagem ao ex-jogador.

Comentários

Últimas notícias