Preconceito

Umbandista, Juju Salimeni relembra síndrome do pânico após intolerância religiosa

A modelo lamentou sua exposição nacional

Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 27/04/2022 às 13:56
Reprodução/Instagram
Juju Salimeni - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Juju Salimeni, da religião umbanda, desabafou em seus stories no Instagram sobre a época em que sofria ataques de intolerantes religiosos. A modelo afirmou que desenvolveu síndrome do pânico após passar por esse momento.

Na rede social, Juju Salimeni pontuou que foi exposta nacionalmente com acusações e falas preconceituosas de uma famosa. A pessoa em questão foi Nicole Bahls. Em uma entrevista, ela falou que a modelo sacrificava animais "para fazer macumba".

"Naquela época, não era crime e a pessoa ficou impune, mas entrei com processo e a pessoa ficou impedida de falar meu nome. Minha saúde mental foi seriamente afetada e a partir daí, comecei a ter síndrome do pânico. Precisei de tratamento psiquiátrico para ficar bem", desabafou.

Comentários

Últimas notícias