caso de justiça

MC Gui é condenado a pagar indenização para motorista de aplicativo após chamá-lo de 'ladrão de muambas'

O cantor vai ter que desembolsar R$ 12 mil reais para o trabalhador

Vinicius Mariano
Vinicius Mariano
Publicado em 24/05/2022 às 9:01 | Atualizado em 24/05/2022 às 9:07
Reprodução/Instagram
MC Gui - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

MC Gui foi condenado a pagar uma indenização no valor de R$ 12 mil por danos morais para o motorista de Uber Alef Santos. Após ter sido exposto, o motorista pedia o valor de R$ 500 mil devido a exposição nas redes sociais do cantor.

Toda situação aconteceu em 2020, quando o funkeiro solicitou o serviço do aplicativo para enviar algumas malas. Por não ter ninguém no destino final, o motorista informou que os objetos seriam deixadas na sede da Uber. Mas, após isso, Gui gravou vídeos expondo o trabalhador, chamando-o de "ladrão de muamba e de cesta básica".

Para a juíza Luciana Antoni Pagano, da 4ª vara Cível de São Miguel Paulista/SP, existiam outras maneiras para o artista resolver o problema sem a necessidade de compartilhar a imagem de Alef.

"E da situação narrada nitidamente se extrai que configurou mais do que mero transtorno ou aborrecimento cotidiano, atingindo a honra e a personalidade do ofendido, razão pela qual caracterizado dano moral indenizável, a ser arcado pelo requerido", escreveu.

Comentários

Últimas notícias