Diferente da 1ª versão

PANTANAL: qual filho de Tenório morre? Autor muda final de um deles; saiba mais

Apesar de seguir o roteiro original, Bruno Luperi decidiu dar um outro rumo

Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 04/07/2022 às 21:36
Twitter/TV Globo/Reprodução
Tenório (Murilo Benício) em Pantanal - FOTO: Twitter/TV Globo/Reprodução
Leitura:

A novela 'Pantanal' não para de entregar emoções para os telespectadores. Dessa vez, Bruno Luperi decidiu mudar o rumo da morte de um dos filhos de Tenório (Murilo Benício).

Qual filho de Tenório morre?

Na primeira versão da novela, em 1990, Roberto (Cauê Campos) morre após ser devorado por uma sucuri.

Nessa versão, o remake trará um assassinato feito por Solano (Rafael Sieg), que será contratado pelo grileiro para matar Zé Lucas de Nada (Irandhir Santos).

Porém, de acordo com Patrícia Kogut, do O Globo, o filho de Tenório verá o capanga armado e começará a questionar. Nervoso pensando que pode ser descoberto, Solano afirmará que o pai do rapaz pediu para conferir o funcionamento da arma.

Sem acreditar que Roberto não desconfiou dele, Solano o acompanhará, até que dão de cara com uma sucuri.

Roberto, que conhece o animal, pede calma ao capanga ao dizer que a cobra "não come gente". Mesmo assim, Solano tentará afastar o animal, até que cai nas águas, se desespera e puxa o garoto, que se afogará.

ENQUETE NOVELA PANTANAL: Quem deve ganhar a sela de prata?

Quando o criminoso perceber que ele está desacordado e o coloca no barco. "Coitado. Morreu no abraço da sucuri. A gente se vê do outro lado", falará Solano. Algum tempo depois, Roberto retoma a consciência, mas o capanga mata o filho de Tenório ao jogá-lo novamente nas águas.

Para a família, o assassino dirá que a cobra o devorou, mas um tempo depois o corpo de Roberto aparecerá sem sinais de ataque de cobra.

Comentários

Últimas notícias