João Campos institui conselho para discutir ações nos eixos econômico e social no Recife

Blog de Jamildo
Cadastrado por
Blog de Jamildo
Publicado em 28/03/2021 às 8:32
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Leitura:

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), criou, por meio de decreto publicado neste sábado (27) no Diário Oficial do Município, o Conselho Estratégico de Desenvolvimento Econômico e Social da cidade (CEDES/Recife).

Segundo a prefeitura, a iniciativa tem o objetivo de "criar uma instância permanente e representativa de escuta da sociedade para a formulação conjunta de políticas públicas para a promoção do desenvolvimento econômico, garantia da proteção social e combate à desigualdade na capital pernambucana".

O colegiado terá caráter consultivo e será presidido pelo prefeito da cidade. O CEDES Recife é inspirado no Conselho homônimo criado pelo ex-governador Eduardo Campos, em 2007, também no dia 27 de março.

“Hoje, há exatos 14 anos, no dia 27 de março de 2007, o ex-governador Eduardo Campos criou o CEDES, Conselho Estadual para o Desenvolvimento Econômico e Social. E a gente nessa mesma data tem a oportunidade de criar o CEDES do Recife, Conselho Estratégico do Desenvolvimento Econômico e Social”, anunciou o prefeito.

O CEDES/Recife terá a participação de especialistas nas áreas econômica e social, de representações governamentais e de entidades representativas da sociedade civil.

“A gente vai poder reunir pessoas que representam instituições de toda a sociedade. Que vão ter legitimidade para poder discutir, dar opinião e ajudar a prefeitura a decidir e fazer o que for de melhor para o futuro do Recife”, disse João Campos.

O conselho será presidido pessoalmente pelo prefeito João Campos e também possuirão assento fixo no conselho a vice-prefeita Isabella de Roldão e secretários de pastas relacionadas ao Desenvolvimento Econômico e Social. Também serão convidadas personalidades da sociedade civil, representantes de órgãos e entidades públicas e privadas para as reuniões do conselho. Os representantes da sociedade podem ter assento permanente ou eventual.

O critério para entrada no conselho tem por base a representatividade social do membro.

Últimas notícias