Monitor de secas registra piora nas condições de seca no Nordeste em março

jamildo
Cadastrado por
jamildo
Publicado em 25/04/2021 às 11:40
Foto: Marcello Casal Jr./ABr
Foto: Marcello Casal Jr./ABr
Leitura:

A severidade do fenômeno aumentou em Alagoas, Bahia, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. No Ceará e na Paraíba houve uma leve piora nas condições do fenômeno.

Apenas no Maranhão aconteceu uma leve melhora, enquanto em Sergipe a situação de manteve estável e a mais severa do Nordeste.

Em Pernambuco, entre fevereiro e março, a área com seca moderada subiu de 54% para 67% nas regiões central e oeste por conta das chuvas abaixo da média nos últimos meses. Além disso, o estado voltou a registrar seca grave em 3% do seu território no sul. Esta é a pior condição do fenômeno desde fevereiro de 2020, quando 36% do estado teve seca grave e cerca de 64% de seca moderada. Os impactos são de curto e longo prazo no sudoeste pernambucano e no nordeste do estado, enquanto nas demais áreas os impactos são de curto prazo.

Últimas notícias