Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

LEVANTAMENTO CNT/MDA

Lula lidera corrida presidencial com 41,3% das intenções de voto, diz pesquisa. Bolsonaro tem 26,6%

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 05/07/2021 às 13:01
Notícia
Ricardo Stuckert/Divulgação e Marcos Corrêa/PR
Lula e Bolsonaro - FOTO: Ricardo Stuckert/Divulgação e Marcos Corrêa/PR
Leitura:

Pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes em parceria com o Instituto MDA divulgada nesta segunda-feira (05) mostra os percentuais de intenções de voto para a disputa pela Presidência da República em 2022.

O levantamento fez 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação.

A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos com 95% de nível de confiança.

Voto estimulado

Lula, PT (41,3%)

Jair Bolsonaro, sem partido (26,6%)

Ciro Gomes, PDT (5,9%)

Sergio Moro, sem partido (5,9%)

João Doria, PSDB (2,1%)

Luiz Henrique Mandetta, DEM (1,8%)

Branco/nulo (8,6%) e indeciso (7,8%)

Sobre as eleições para presidente da República para o próximo ano, 40,3% entrevistados preferem que Lula ganhe as eleições e volte a ser presidente, enquanto 25,1% preferem que Jair Bolsonaro ganhe as eleições e continue por mais 4 anos. Outros 30,1% preferem que algum candidato que não seja ligado a Jair Bolsonaro, nem a Lula ganhe as eleições para presidente.

Para as eleições para presidente em 2022, 7,3% dos entrevistados consideram que o eleitor terá ótimas opções de candidatos e 41,1% consideram que o eleitor terá boas opções. Outros 26,4% consideram que o eleitor terá apenas opções ruins de candidatos para votar nas eleições 2022, enquanto 17,9% consideram que o eleitor terá apenas péssimas opções.

'Bolsonaro não ser reeleito'

45,1% consideram ser mais importante para as eleições para presidente da República no próximo ano Jair Bolsonaro não ser reeleito, enquanto 27,7% consideram mais importante Lula não ser eleito. Outros 21,2% não concordam com nenhuma das opções anteriores.

Potencial de votos

Jair Bolsonaro

22,8% disseram que votariam nele com certeza e 11,6% disseram que poderiam votar nele. Por outro lado, 61,8% disseram que não votariam nele para presidente de jeito nenhum e 0,4% disse não conhecê-lo ou saber quem é.

Lula

35,4% disseram que votariam nele com certeza e 17,1% disseram que poderiam votar nele. Por outro lado, 44,5% disseram que não votariam nele para presidente de jeito nenhum e 0,1% disse não conhecê-lo ou saber quem é.

Sergio Moro

4,4% disseram que votariam nele com certeza e 24,7% disseram que poderiam votar nele. Por outro lado, 56,7% disseram que não votariam nele para presidente de jeito nenhum e 10,9% disseram não o conhecer ou saber quem é.

Ciro Gomes

4,3% disseram que votariam nele com certeza e 26,2% disseram que poderiam votar nele. Por outro lado, 52,4% disseram que não votariam nele para presidente de jeito nenhum e 13,1% disseram não o conhecer ou saber quem é.

João Doria

1,5% disse que votaria nele com certeza e 16,5% disseram que poderiam votar nele. Por outro lado, 57,9% disseram que não votariam nele para presidente de jeito nenhum e 20,5% disseram não o conhecer ou saber quem é.

Luiz Henrique Mandetta

1,2% disse que votaria nele com certeza e 13,3% disseram que poderiam votar nele. Por outro lado, 51,5% disseram que não votariam nele para presidente de jeito nenhum e 30,5% disseram não o conhecer ou saber quem é.

Simulações de segundo turno

Se a eleição para presidente fosse hoje, 52,6% votariam em Lula e 33,3% disseram que votariam em Jair Bolsonaro, em caso de uma disputa no segundo turno entre os dois candidatos. Para este cenário, 11,5% votariam branco ou nulo.

Já em um segundo turno entre Ciro Gomes e Jair Bolsonaro, se a eleição para presidente fosse hoje, 43,2% votariam em Ciro Gomes e 33,7% disseram que votariam em Jair Bolsonaro, em caso de uma disputa no segundo turno entre os dois candidatos. Para este cenário, 18,8% votariam branco ou nulo.

Em uma disputa entre Jair Bolsonaro e João Doria, se a votação fosse hoje, 36,3% disseram que votariam em Jair Bolsonaro e 33,5% votariam em João Doria, em caso de uma disputa no segundo turno entre os dois candidatos. Para este cenário, 25,7% votariam branco ou nulo.

Em um outro cenário, se a eleição para presidente fosse hoje, 51,9% disseram que votariam em Lula e 18,1% votariam em João Dória, em caso de uma disputa no segundo turno entre os dois candidatos. Para este cenário, 25,6% votariam branco ou nulo.

Comentários

Últimas notícias