Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

mercado imobiliário

Investir no mercado imobiliário na pandemia é um bom negócio?

Em meio a cenário volátil, investidor volta a depositar as fichas em imóveis, sinônimo de solidez e baixo risco, mas é preciso atenção às oportunidades e riscos

Jamildo Melo
Jamildo Melo
Publicado em 06/07/2021 às 17:00
Notícia
Divulgação
O executivo do mercado imobiliário Thiago Donato diz que crise na saúde não abala confiança no mercado de imóveis - FOTO: Divulgação
Leitura:

Taxação de dividendos, baixa rentabilidade dos investimentos bancários, desvalorização do Ibovespa e CPI da Covid-19 aumentando a temperatura no ambiente político. Em meio a esse cenário altamente volátil, o investidor voltou a depositar suas fichas em imóveis, que historicamente são sinônimo de solidez e baixo risco. Mas investir no mercado imobiliário na pandemia é realmente um bom negócio?

Esse tema, um dos mais debatidos atualmente no mercado de investimentos, será discutido na live “Como o cenário macroeconômico afeta o ciclo imobiliário?”, que o portal Expoimóvel promove nessa terça-feira (6/7), a partir das 19h, no Instagram @expoimovel.portal. A live, aberta ao público, integra a programação pré-evento do Expo Imóvel Summit, que acontece de 4 a 7 de agosto. Os CEOs da Slice Investimentos, João Arthur Almeida; Finacap, Luiz Fernando Araújo, e Expo Imóvel, Thiago Donato, serão os debatedores e Victor Camarote, o apresentador.

“Nosso objetivo com essa live é promover um aquecimento para o Expoimóvel Summit com um tema altamente relevante no setor e convidamos formadores de opinião importantes do mercado financeiro para essa discussão”, explica Thiago Donato. “Queremos mostrar que sim, imóveis são uma excelente opção na crise da covid-19 e vêm garantindo ótimos resultados para o investidor. Mas, é preciso como sempre, estar atento às oportunidades, riscos e a todas as variáveis da macroeconomia para que se possa tomar as melhores decisões”, acrescenta.

 Momento promissor para investir em imóveis

De acordo com a Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), houve uma alta de 21% nas vendas de imóveis no primeiro trimestre desse ano, em comparação com o período de janeiro a março de 2020. As construtoras, por sua vez, aceleraram os lançamentos em 39%. Esses indicadores positivos têm animado tanto as empresas da construção civil e mercado imobiliário, quanto os investidores.

 Esse otimismo é reforçado pela vacinação contra a covid-19. A imunização, apesar dos problemas de planejamento e políticos, vem avançando, o que favorece a recuperação econômica e estimula investimentos em imóveis voltados para segmentos como moradia, hospedagem (no modelo Airbnb) e segunda residência.

No nicho de segunda residência, Pernambuco é um dos Estados do Brasil que atraem cada vez mais interesse dos investidores, graças a balneários como Porto de Galinhas, Maracaípe e Praia dos Carneiros, bastante cobiçados não apenas por brasileiros, mas também famílias de outros países, como Portugal. A retomada do transporte aéreo nacional e internacional com o avanço da vacinação em todo o mundo tende a impulsionar esse movimento, num cenário em que tanto a construção quanto as imobiliárias apresentam sinais de melhoria.

O Índice de Velocidade de Vendas de Imóveis (IVV), contabilizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco (Sinduscon-PE), ficou em 6,3% em abril desse ano, inferior aos 10,9% registrados em março passado, mas 3 pontos percentuais acima do registrado (3,3%) no mesmo mês de 2020, apontando um viés de alta.

Outro incentivo ao investimento no mercado imobiliário vem da taxa de juros – que se mantém abaixo de dois dígitos apesar das elevações recentes pelo Banco Central. Esse patamar favorece o crédito atrativo no financiamento de imóveis. Todos esses fatores, aliados à baixa rentabilidade de investimentos no mercado financeiro e à volatilidade da economia, vem criando uma combinação bastante favorável ao fortalecimento da opção pelos imóveis, numa estratégia de diversificação de carteira de investimentos.

Comentários

Últimas notícias