redes sociai

Bolsonaristas ficam irritados com Rosa Weber. Bolsonaro terá que explicar bloqueio de jornalistas em rede social

Na ação, associação afirma ainda que "a conta de Bolsonaro no Twitter é de interesse público, na medida em que se caracteriza como canal de veiculação de atos praticados pelo poder executivo e a restrição ao acesso é mais dramática quando se refere a jornalistas que têm, no acesso à informação, a principal ferramenta de trabalho".

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 02/08/2021 às 16:38 | Atualizado em 02/08/2021 às 16:44
FELLIPE SAMPAIO/STF
Ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF) - FOTO: FELLIPE SAMPAIO/STF
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) terá que explicar o bloqueio de jornalistas em redes sociais.

A decisão é da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, que deu dez dias para ele se manifestar.

A ação foi apresentada pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) na última quarta-feira (25).

 

Segundo a Abraji, desde 2018, 65 jornalistas foram bloqueados da conta oficial do presidente da República no Twitter, sendo 13 desses bloqueios em 2021.

Na ação, a associação afirma que “a conta de Bolsonaro no Twitter é de interesse público, na medida em que se caracteriza como canal de veiculação de atos praticados pelo poder executivo e a restrição ao acesso é mais dramática quando se refere a jornalistas que têm, no acesso à informação, a principal ferramenta de trabalho".

Um dia depois das manifestações de domingo, em que Bolsonaro voltou a atacar as instituições. Nesta segunda, o presidente criticou até o ex-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, já falecido.

 

Comentários

Últimas notícias