PREFEITO DE PETROLINA

Pré-candidato a governador, Miguel Coelho tem novo encontro com Wolney Queiroz e intensifica conversas com PDT para 2022

Há possibilidade do prefeito de Petrolina migrar para o DEM na próxima semana.

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 25/08/2021 às 7:35
Divulgação
Fernando Filho, Miguel Coelho e Wolney Queiroz em reunião - FOTO: Divulgação
Leitura:

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), intensificou as conversas com o PDT e se reuniu com o deputado federal Wolney Queiroz, líder dos pedetistas na Câmara, nesta terça-feira (24) em Brasília.

Miguel tenta se viabilizar como candidato a governador de Pernambuco nas eleições de 2022. No encontro, também esteve presente o deputado federal Fernando Filho (DEM).

Há possibilidade do prefeito de Petrolina migrar para o DEM na próxima semana. A legenda, comandada por Mendonça Filho em Pernambuco e por ACM Neto nacionalmente, está disposta a lançar a candidatura de Miguel ao Governo do Estado.

Um fator que pode contribuir para a aproximação de Miguel com o PDT é justamente a possível filiação do pré-candidato ao DEM. Isso porque os dois partidos têm realizado alianças estaduais em contraponto ao PT e a Jair Bolsonaro. Os pedetistas, inclusive, esperam apoio do DEM a Ciro Gomes em 2022.

Na reunião com o líder do PDT na Câmara, segundo sua assessoria de imprensa, "Miguel falou sobre a importância de lideranças de diversos campos políticos discutirem propostas para a recuperação do Estado, que enfrenta, há anos, um processo de desgaste em vários setores essenciais à população, como a economia, infraestrutura e saúde pública".

"O encontro segue uma postura adotada, nos últimos meses, pelo prefeito de Petrolina para unir atores da política estadual, partidos e segmentos da sociedade com o intuito de mudar os rumos de Pernambuco, que está sob a hegemonia do PSB desde a metade da década retrasada", afirmou a assessoria de Miguel, por meio de nota.

Oficialmente, Miguel Coelho disse que tem uma relação antiga com Wolney Queiroz e que busca uma convergência de ideias para o Estado. "Eu tenho falado sempre que é preciso unir todos em torno de algo maior, que é Pernambuco. A população nutre uma expectativa crescente por mudança e não podemos mais evitar esse debate sobre o que o Estado precisa para sair desse atraso. Wolney é um amigo de longa data com quem sempre tivemos uma excelente relação pessoal e política. Foi uma conversa boa que pode gerar uma aliança estadual no futuro", afirmou o prefeito.

Comentários

Últimas notícias