Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Falke news

Live de Bolsonaro sai do ar depois dele falar em cloroquina e ivermectina

Presidente mandou Exército fazer toneladas do medicamento cloroquina, mesmo não havendo comprovação científica para tratamento

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 17/09/2021 às 8:43
Notícia
REPODUÇÃO DE VÍDEO
Queiroga participou da live de Bolsonaro nesta quinta (16) - FOTO: REPODUÇÃO DE VÍDEO
Leitura:

O apagão foi nesta quinta-feira, no momento em que o presidente defendia mais uma vez o uso de remédios sem comprovação científica para cura do coronavírus.

O presidente abordou o assunto em duas oportunidades durante a transmissão desta quinta. Na última, ele dizia que tomou "um remédio contra a malária" no ano passado, se referindo à cloroquina. Bolsonaro também disse que "de vez em quando" toma ivermectina com intuito de combater a COVID-19, apesar de a substância, assim como a cloroquina, não ter comprovação científica contra a doença.

"É crime falar em tratamento inicial no Brasil. Ano passado me senti mal e tomei um negócio aí para a malária e me curei no dia seguinte. Eu, talvez, tenha sido reinfectado nos últimos dias, semanas, de vez em quando tomo ivermectina e tomo com esse...", dizia Bolsonaro, quando a transmissão saiu do ar.

A live de Bolsonaro durou 48 minutos.

Em comunicado enviado ao jornalista Thássius Veloso, especializado em tecnologia, o YouTube afirmou que não interrompeu a live de Bolsonaro. O Facebook, em nota enviada à imprensa, também disse que não tem culpa no caso. “O Facebook não interrompeu a live do Presidente Jair Bolsonaro”, disse a rede social.

O tema também é objeto de investigação na CPI da Covid.

Comentários

Últimas notícias