PCC

'Rede hospitalar' do PCC seria ampliada com filiais no Recife, revela colunista

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 20/10/2021 às 10:39
Wilson Dias/Agência Brasil
"No Brasil, ainda falta muita vontade política para atingir o objetivo maior dessa nova política criminal" - FOTO: Wilson Dias/Agência Brasil
Leitura:

Como revelou Josmar Jozino, colunista do UOL e reconhecido pela sua investigação do Primeiro Comando da Capital, o narcotraficante Anderson Lacerda Pereira planejou ampliar a "rede hospitalar" do PCC, abrindo filiais no Recife.

Conhecido como "Gordão", Anderson tem 41 anos e está foragido da Justiça. Ele é dono de 38 clínicas médicas e odontológicas em São Paulo e teria planejado abrir as filiais durante reunião ocorrida em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Renato da Silva Bustamante de Sá Júnior, enteado de Anderson, foi preso no Recife, no final de setembro, pela Polícia Federal. Segundo o colunista, o homem era o responsável por administrar os negócios do padrasto.

Na cidade, a Polícia Federal cumpriu mandatos de busca e apreensão em três clínicas odontológicas e mais três lugares no Recife e em Jaboatão dos Guararapes, que fica na Região Metropolitana da capital pernambucana. Renato vivia num imóvel de luxo, onde as autoridades encontraram R$ 100 mil em dinheiro.

Comentários

Últimas notícias