combate ao coronavirus

Michele Collins pede suspensão do carnaval 2022 temendo 4ª onda da covid

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 16/11/2021 às 18:58 | Atualizado em 16/11/2021 às 19:02
DIVULGAÇÃO
REQUERIMENTO Michele Collins (PP) é contra festejos - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

A vereadora e missionária Michele Collins (PP) pediu, nesta terça-feira (16), que o carnaval de 2022 seja suspenso nos meses de fevereiro e março, temendo uma quarta onda da Covid-19 com o aumento de casos em outros países.

A parlamentar deu entrada num requerimento, na Câmara do Recife, fazendo o pedido oficialmente ao prefeito João Campos. O prefeito já disse que a decisão será técnica, depois de ouvir um conselho técnico.

Na reunião plenária, Michele falou sobre dados recentes da situação na Europa e na Ásia Central.

“Segundo a Organização Mundial de Saúde divulgou um boletim mostrando que houve um aumento, na última semana de outubro, foram registrados 1,8 milhão de novos casos e 24 mil novas mortes relatadas. Eles já estão vendo a questão do lockdown novamente. Como vamos fazer uma aglomeração do tamanho do carnaval em Recife, que, no Galo da Madrugada, reúne mais de 2 milhões de pessoas?”, questionou Collins.

Ainda segundo a presidente da Comissão de Direitos Humanos faltam vacinar 31,81% dos Pernambucanos.

“A vacina não garante que as pessoas não peguem covid. É preciso manter todos os cuidados como o uso de máscaras, álcool e o distanciamento. Não há como garantir isso no carnaval. Não podemos esquecer os milhões que foram gastos com a saúde por conta desse vírus. Já conhecemos como foi em 2020, vamos pagar para ver?”, afirmou.

O requerimento apresentando deverá entrar em pauta ainda na semana que vem e será votado em plenário. Michele Collins foi a primeira parlamentar a falar sobre o tema na Câmara do Recife. Ela é autora do requerimento pedindo a suspensão do carnaval em fevereiro de 2021.

Comentários

Últimas notícias