Combate ao vírus

Recife faz reunião com capitais nacionais para discutir Carnaval

O encontro teve o objetivo de trocar informações sobre indicadores, dados e iniciativas relacionadas ao combate à covid-19 e construir consensos que ajudem na decisão da realização do carnaval no Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Belo Horizonte

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 30/11/2021 às 0:55 | Atualizado em 30/11/2021 às 0:56
Marcos PASTICH/PCR
Secretários fizeram conferências com outras capitais - FOTO: Marcos PASTICH/PCR
Leitura:

Nesta segunda-feira (29), foi realizada a primeira reunião entre as principais capitais do país envolvidas na realização do carnaval. Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Belo Horizonte. Juntas, essas cidades querem definir um eventual roteiro da festa.

O encontro teve como objetivo discutir a realidade vivenciada por cada uma delas no avanço da vacinação e no combate à covid-19.

Segundo a PCR, os aspectos discutidos deverão ser considerados para a realização dos festejos somados às recomendações das autoridades sanitárias.

Representando a Prefeitura do Recife nesse primeiro encontro estavam o secretário de Planejamento, Gestão e Transformação Digital, Felipe Matos, a secretária de Saúde, Luciana Albuquerque, e o secretário de Cultura, Ricardo Mello.

Na reunião, de caráter consultivo, foi possível conhecer as diversas realidades vivenciadas pelas cinco capitais. Indicativos como o avanço do esquema vacinal, número de leitos ocupados ou desativados, mortalidade, sazonalidade entre outros aspectos deverão ser considerados de forma conjunta em busca de consenso que norteei decisões futuras sobre a realização do carnaval. A exemplo do que aconteceu na noite desta segunda, outros encontros de caráter técnico deverão acontecer nas próximas semanas.

“Foi possível compartilhar informações e trocar experiências naquilo que cada cidade tem feito para avaliar a possibilidade de realizar carnaval ou não. É preciso projetar os indicadores e possíveis cenários. Mas, a palavra que balizará toda e qualquer decisão é cautela. De toda maneira, a gente ressalta que nesse momento é muito importante que todo mundo continue buscando a vacina, porque a cobertura vacinal, independente da decisão que seja tomada, é muito importante para que a gente consiga conter a pandemia”, declarou o secretário de Planejamento, Gestão e Transformação Digital, Felipe Matos.

A secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque fez apresentação técnica sobre o contexto atual da pandemia da covid-19. A gestora fez um paralelo entre os países com aumento de casos, os que têm a nova variante detectada e sobre como se comporta a Síndrome Respiratória Aguda Grave nas cinco regiões do Brasil.

“A cobertura vacinal da população acima de 12 anos é de 67% e nossos dados apontam que em janeiro podemos chegar a 90% da nossa população vacinada com duas doses”, pontuou. “Vivemos hoje um momento de flexibilização das regras de convivência. Mas precisamos insistir que a vacinação é o caminho mais eficaz para conter a pandemia”, disse a secretária.

 

Comentários

Últimas notícias