Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

FALTA DE GOLS

Roberto Fernandes prega mais agressividade ofensiva para Santa Cruz voltar a marcar gols

Mesmo insatisfeito por não ter saído com a vitória, Roberto Fernandes valorizou o empate do Santa Cruz contra o Volta Redonda fora de casa.

Túlio Feitosa Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 27/06/2021 às 8:40
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Roberto buscava a vitória fora de casa diante do Volta Redonda - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O Santa Cruz voltou a passar em branco no último sábado (26), ao empatar por 0x0 contra o Volta Redonda. Mesmo com um bom progresso no setor de criação, desde a chegada do técnico Roberto Fernandes, e ter matado a seca de gols na última rodada, o setor ofensivo ainda peca no mais essencial para alterar o placar: a finalização.

“Nós precisamos, no último terço do campo, ser mais agressivos. A primeira e a primeira fase de construção é onde você precisa valorizar a bola. Tudo bem você fazer a troca de corredores, transferência de posicionamento… Mas quando você chega no último terço do campo, você precisa de mais agressividade”, explicou o treinador Coral.

Apesar do placar zerado, o setor ofensivo do Santa Cruz conseguiu produzir e finalizar mais que na partida contra o Jacuipense. Em compensação, poucas foram bem direcionadas e deram trabalho para o goleiro do Volta Redonda. No segundo tempo, a Cobra Coral tinha um bom volume de jogo, mas falhou em algumas decisões que poderiam levar o Tricolor a abrir o placar.

“Bolas que eram para chutar, a gente optou por um passe. Bolas que eram para fazer um passe quebrando a linha da defesa, a gente optou por um passe lateral. Então isso é com treinamento. Eu sou o quarto treinador, e cada treinador tem sua forma de jogar. A equipe está se esforçando para começar a compreender nosso modelo de jogo que, dentro dele, precisamos evoluir bastante”, ressaltou Roberto Fernandes.

Apesar de estar insatisfeito por não ter vencido, o técnico deu valor ao empate fora de casa. Com 13 desfalques causados pela Covid-19 e outras lesões, o Santa Cruz acabou não tendo força total para encarar o Volta Redonda que, segundo Roberto, é uma das equipes que brigam forte pela classificação.

“Eu acho que diante de todas as circunstâncias, esse ponto é importante e nós vamos saber a real importância dele lá na frente, quando chegar na reta final. É evidente que eu estou chateado. Viemos para cá para buscar a vitória e, em alguns detalhes, acabou que não conseguimos vencer”, disse. "Empatamos o jogo contra um adversário que, ao meu ver, muita pouca gente vai tirar ponto aqui", completou o técnico.

O Santa Cruz volta a campo no próximo sábado (3) pela Série C do Campeonato Brasileiro. O Paysandu virá ao Recife para enfrentar a equipe Tricolor no Estádio do Arruda. A bola irá rolar às 19h pela sexta rodada do Brasileirão.

Comentários

Últimas notícias