Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

ATRITO NO SPORT

Presidente interino do Sport condena protesto dos jogadores sobre salários atrasados: "Atitude canalha, irresponsável e antiprofissional"

Declaração do dirigente do Sport foi feita no programa Bola Rolando, da Rádio Jornal

Túlio Feitosa Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 06/07/2021 às 19:07
REPRODUÇÃO/ARQUIVO PESSOAL
Pedro Leonardo Lacerda é presidente do Conselho Deliberativo - FOTO: REPRODUÇÃO/ARQUIVO PESSOAL
Leitura:

Os bastidores do Sport continuam pegando fogo após o presidente interino do clube rubro-negro, Pedro Lacerda, afirmar ter quitado os salários de abril do elenco. Após a declaração do dirigente feita na manhã desta terça-feira (6), em entrevista à Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, os atletas subiram a hashtag #Mentira nas redes sociais para desmentir a afirmação sobre o pagamento salarial. Novamente na Rádio Jornal, dessa vez no programa Bola Rolando, também da Rádio Jornal, nesta noite, Pedro Lacerda negou estar mentindo e condenou a manifestação feita pelos atletas do Sport.

"Se tem mentiroso, não é o presidente do Sport Club do Recife e nem sua diretoria", disse o presidente interino. "Eu não vou tolerar comportamentos desse quilate. Se isso não foi uma infelicidade coletiva ou um equívoco, eles terão que se retratar. E se não for, serão cobrados como funcionários do clube, que são, devedores de respeito ao Sport Clube do Recife, que é a entidade maior, e seu empregadores", complementou.

Pedro Lacerda ainda afirmou que foi feito um acordo que tinha validade até o dia 10 deste mês, mas que havia sido antecipado para esta terça-feira com os atletas. "Eles têm consciência que o prazo era até o dia 10 e que houve uma antecipação para o dia 6. Se houve algum equívoco operacional, seria retificado como será", continuou o dirigente.

"Nada justifica, qualquer mágoa ou qualquer tipo de situação que eles tenham com quem quer que seja, uma atitude irresponsável, canalha e antiprofissional para com o clube, para com a diretoria e para comigo, que sou um homem de bem. Eu não sou mentiroso. Se tem mentira, não é da minha parte", completou Pedro Lacerda.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Comentários

Últimas notícias