Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

AGORA VAI?

Messi busca primeiro título com a Argentina em sua quarta final de Copa América

Craque da Argentina, Lionel Messi já foi vice-campeão da Copa América três vezes

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 08/07/2021 às 12:04
Notícia
AFP/MAURO PIMENTEL
Messi chegou a ser vice-campeão em duas edições seguidas de Copa América (2015 e 2016) - FOTO: AFP/MAURO PIMENTEL
Leitura:

Multicampeão pelo Barcelona, aos 36 anos, Lionel Messi ainda não conseguiu levantar um troféu sequer pela seleção principal da Argentina. Desde que estreou pela Albiceleste, em 2005, o camisa 10 já disputou três finais de Copa América, amargando a vice-colocação em todas essas oportunidades. Agora, o argentino chega pela quarta vez numa decisão da competição continental. Querendo acabar com a seca de títulos da Argentina, que dura 28 anos, Messi entrará em campo na noite deste sábado (10) para encarar a Seleção Brasileira. A bola irá rolar às 21h no Maracanã.

A primeira oportunidade de Messi levantar um troféu da Copa América foi em 2007, na edição realizada na Venezuela. No papel, a Argentina era a seleção mais forte daquele ano. Além da ascensão do próprio Messi, a Albiceleste era composta pelo goleiro Abbondanzieri, os volantes Cambiasso e Mascherano, além de Riquelme no meio de campo e Tévez no ataque. Mas o Brasil acabou pregando uma peça nos argentinos e vencendo por 3x0, com gols de Júlio Baptista, Ayara (contra) e Daniel Alves.

Já como um dos líderes da seleção, Messi voltou à decisão da Copa América em 2015. Dessa vez, a seleção chilena era o calo no sapato do argentino. Em jogo apertado na final daquela edição, realizada no Chile, os donos da casa acabaram levantando o troféu após o título ser decidido nas penalidades.

A revanche da Argentina contra o Chile aconteceu na edição seguinte, realizada nos Estados Unidos, em 2016. Messi tinha a oportunidade de corrigir os erros da Copa América de 2015 e, enfim, levantar o troféu do torneio, mas o destino acabou sendo o mesmo. A decisão foi para as penalidades, Messi desperdiçou a sua cobrança e os chilenos se sagraram bicampeões.

Na final da Copa América deste ano, Messi e Neymar se reencontrarão dentro de campo após quatro anos.

Copa do Mundo

A Copa América não foi a única competição que o craque argentino tropeçou na decisão. Em 2014, na Copa do Mundo do Brasil, Messi conseguiu levar a seleção da Argentina até a fase decisiva, contra a Alemanha. Com bola na trave e várias chances desperdiçadas da Albiceleste, o camisa 10 teve que ver seus adversários comemorando o título na sua frente mais uma vez. As seleções chegaram a disputar a prorrogação, mas Mario Götze fez o gol que decidiu o título para os alemães.

Comentários

Últimas notícias