Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

ESPERANÇA CORAL

Técnico do Santa Cruz mira sequência de jogos pela permanência: "Vivo, eu não vou deixar de lutar"

Precisando vencer seis partidas em 10 jogos, o Santa Cruz não pode mais tropeçar na Série C

Túlio Feitosa Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 18/07/2021 às 11:35
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
CRISE Roberto Fernandes ainda não venceu em cinco jogos à frente do Santa Cruz nesta Série C - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O fardo por uma vitória está cada vez mais pesado no Santa Cruz. Já se foram oito rodadas nesta Série C do Campeonato Brasileiro e os únicos três pontos que a Cobra Coral tem no torneio foram somados em três empates. Precisando vencer ao menos seis jogos nos 10 jogos restantes para se manter na Terceira Divisão, o técnico Tricolor, Roberto Fernandes, ainda não jogou a toalha e ainda visa conquistar a atual meta, que é escapar do rebaixamento para a Série D.

"Vivo, eu não vou deixar de lutar. E quem tiver do meu lado tem que ter força e coragem para lutar. Porque nós temos um turno inteiro pela frente e não vamos deixar que um time da grandeza do Santa Cruz amargue uma situação como ele está amargando", ressaltou Roberto.

Com média histórica de 21 pontos necessários para escapar do rebaixamento, o Santa Cruz já não poderia mais cogitar uma derrota. A margem para erros vem diminuindo bruscamente com o decorrer do campeonato e, após a derrota para o Tombense nesse sábado (17), a situação ficou ainda mais crítica para a Cobra Coral na Série C.

Um dos grandes fatores para levar um atleta para a vitória é a mentalidade, além da capacidade física e técnica. Com apenas cinco vitórias em quase 30 jogos na temporada inteira, o Santa Cruz já deu inúmeros passos para trás. E levantar a cabeça para seguir em frente é algo que nem o técnico Roberto Fernandes parece estar dando conta.

"Hoje meu sentimento é de inteira frustração, porque é como se minha vida tivesse sido colocada de cabeça para baixo. Sair do CRB com 64% de aproveitamento. Se eu tinha 34 jogos no CRB, eu tinha quatro derrotas e venho para o contrário", contou.

Para a mudar a situação da Cobra Coral, a motivação que vem dos vestiários não será o suficiente. Para Roberto, o coração terá que estar na ponta das chuteiras de cada atleta nos próximos 10 jogos da fase de grupos desta Série C.

"Tem que ter aquilo roxo, sangue nos olhos, força e personalidade para lutar. É disso que a gente precisa agora. Não é só jogador, não é só a parte técnica, parte tática, física e agora é coração também. Porque só vontade não ganha jogo. Porque eles entraram em campo e tiveram vontade, mas quando chega o momento da adversidade, a lucidez perde para a falta de confiança", completou o treinador Tricolor.

O Santa Cruz volta a campo no próximo sábado (24), diante do Botafogo-PB no Estádio Almeidão, em João Pessoa/PB. A equipe paraibana está, atualmente, na segunda colocação com 12 pontos somados e vem de um empate contra a Jacuipense fora de casa.

 

Comentários

Últimas notícias