Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Vandalismo

Advogado diz que vândalos envolvidos em crime contra escritório do vice-presidente do Santa Cruz podem ser presos por até três anos; entenda

Membros de organizada do clube coral foram flagrados em ação criminosa

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 23/07/2021 às 20:52
Notícia
ALEX OLIVEIRA/JC IMAGEM
TERROR Ação violenta aconteceu por volta das 14 horas de ontem, quando funcionários e clientes estavam no local. André Frutuoso vai prestar queixa na delegacia - FOTO: ALEX OLIVEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

Os vândalos envolvidos na ação criminosa contra o escritório de advocacia do vice-presidente do Santa Cruz, André Frutuoso, podem ser presos e a pena que varia de seis meses a três anos de detenção. É o que revelou o advogado criminalista Maurício Bezerra, em entrevista ao Blog do Torcedor. Além disso, ele frisou que o crime cometido foi de "dano qualificado" e o Ministério Público deve ser o responsável pelo caso.

LEIA MAIS

"Pessoas passaram de perder vidas", diz André Frutuoso, VP do Santa Cruz, após ataque ao seu escritório

Circuito interno mostra ataque ao escritório de André Frutuoso, vice-presidente do Santa Cruz; veja vídeo

Santa Cruz repudia 'episódio de vandalismo e terrorismo' contra escritório de André Frutuoso

Vídeo registra ataque contra escritório de André Frutuoso, vice-presidente do Santa Cruz; veja

Escritório do vice-presidente do Santa Cruz, André Frutuoso, é alvo de vandalismo

"De acordo com as imagens que estão circulando, está caracterizado como crime de dano qualificado. Isso por da ameaça e violência empregada ao patrimônio do dirigente. Eles podem responder, e devem, se forem identificados, por uma pena que varia de seis meses a três anos", afirmou o advogado.

"Na minha opinião, é um crime de ação pública. O que significa? Após registrado o Boletim de Ocorrência (BO), o Ministério Público assume a ação. Existirá uma investigação, após identificados das pessoas envolvidas, elas serão denunciadas pelo MP", completou. 

Nas imagens das câmeras de segurança do escritório, foi possível observar que os atos de vandalismo foram cometidos por membros de uma torcida uniformizada do Santa Cruz. As pessoas que estavam dentro da empresa ficaram aflitas com a situação.

Após os atos de vandalismo, na tarde desta sexta-feira, o Boletim de Ocorrência foi aberto na Polícia Civil. O caso já está sob a responsabilidade do delegado Paulo Moraes, de Repressão à Intolerância Esportiva. O vice-presidente coral André Frutuoso prestará depoimento nesta segunda-feira e levará as imagens do circuito interno e externo da empresa dele. 

Comentários

Últimas notícias