Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

COPA DO MUNDO

Boicote? Seleções podem deixar a Fifa por causa da Copa do Mundo; entenda

As seleções não concordam com a Copa do Mundo sendo realizada a cada dois anos.

Manuel Dias
Manuel Dias
Publicado em 20/10/2021 às 16:01
Notícia
TATO PAGANO/ARGENTINIAN FOOTBALL ASSOCIATION/AFP
PRESIDENTE Gianni Infantino segue defendendo Copa do Mundo bienal - FOTO: TATO PAGANO/ARGENTINIAN FOOTBALL ASSOCIATION/AFP
Leitura:

A Fifa está estudando possibilidades de realizar a Copa do Mundo de um modo diferente: a cada dois anos. Acontece que muitas pessoas e profissionais da área contestam esse estilo, entre elas seleções de vários países. Mais de 10 das 55 federações que pertencem a Uefa estão dispostas a deixar a Fifa caso isso aconteça, de acordo com a agência de notícias ''AP''.

Os países nórdicos, que constituem uma região da Europa setentrional e do Atlântico Norte, estão liderando a lista para cancelar essa possibilidade.

> Portal da Espanha crava acerto de Marcelo com clube brasileiro; confira

> Time brasileiro pode ganhar mais de R$ 1 bilhão em patrocínio; confira

> FIFA confirma sede do Mundial de Clubes de 2021; confira

''Se uma maioria na Fifa decide adotar uma proposta sobre o Mundial bienal, as associações nórdicas de futebol deverão considerar mais ações e cenários que estejam mais próximos de nossos valores fundamentais do que o que representa a ideia atual da Fifa'', disse, em comunicado geral, as seleções de Noruega, Finlândia, Islândia, Ilhas Faroé, Dinamarca e Suécia.

Possibilidade existe!

Essa possibilidade realmente pode acontecer, isso porque de acordo com com o artigo 18, uma seleção pode deixar a entidade caso esteja sem dívidas pendentes, além de realizar uma carta comunicando a saída em até seis meses antes do fim do ano civil.

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter

 

 

Comentários

Últimas notícias